Curiosidades » Família Real Britânica

Por que Camilla Parker-Bowles não é reconhecida como Princesa de Gales?

Apesar de ser casada com o Príncipe de Gales, a mulher obtém apenas a honraria de Sua Alteza Real, a Duquesa de Cornualha

Daniela Bazi Publicado em 14/03/2021, às 09h00

Camilla em evento real
Camilla em evento real - Wikimedia Commons

Desde sua juventude, a vida amorosa do Príncipe Charles sempre esteve em evidência nos tabloides britânicos — afinal, todos no Reino Unido tinham a enorme curiosidade para descobrir qual seria o perfil da próxima rainha consorte.

Na década de 1970, o Príncipe de Gales era um dos solteiros mais cobiçados do mundo, e acumulou uma enorme lista de namoradas, que passaram a ser conhecidas pela imprensa como “Charlie’s Angels”.

Charles teria começado a se relacionar com inúmeras mulheres após receber uma carta de incentivo escrita por seu tio, Lorde Louis Mountbatten, conforme afirma o documentário The Royal House of Windsor (2017). Na correspondência, ele dizia ao sobrinho para que aproveitasse sua vida de solteiro enquanto não encontrava a pretendente perfeita para ser sua esposa.

Charles e Camilla

Nessa mesma época, o herdeiro teria conhecido Camilla Shand, uma jovem da elite britânica e neta do Lorde Ashcombe. Em pouco tempo, a dupla logo engatou um relacionamento amoroso, que durou cerca de um ano.

Charles e Camilla durante um jogo de pólo em 1979 / Crédito: Getty Images

 

A união, no entanto, não seria muito bem vista pela família real levando em conta o fato de que, por mais que fosse neta de um lorde, a mulher permanecia sendo uma plebeia - além da possibilidade de sua lista de ex-namorados não agradar a corte.

Após um ano de namoro, o Príncipe de Gales e sua amada acabaram se separando. O filho de Elizabeth II iniciou seu trabalho na Marinha Real, enquanto Camilla reatou seu relacionamento com Andrew, com quem se casou em 1973 e teve dois filhos.

Novos relacionamentos

Arrasado por não poder mais estar ao lado da mulher que amava, Charles continuou sua busca pela pretendente perfeita. Em 1977, o príncipe conhece Diana Spencer, irmã mais nova de sua então namorada Lady Sarah. A dupla se aproximou após a festa de aniversário de 30 anos do herdeiro, que ocorreu no ano seguinte.

O relacionamento entre os dois era muito bem aceito pela família real devido ao fato de que a jovem era de família aristocrata, nova e não possuía ex-namorados — o que diminuía as possibilidades de alguma polêmica amorosa vir a acontecer futuramente.

Charles e Diana no Palácio de Buckingham no dia do anúncio de seu noivado / Créditos: Getty Images

 

Eles se casaram em 1981 em uma cerimônia que ficou conhecida como o “casamento real do século”, e que deu a Diana o título de Sua Alteza Real, a Princesa de Gales. No entanto, fortes rumores da época ainda afirmavam que, mesmo comprometidos, o filho mais velho de Elizabeth II e sua ex ainda mantinham um relacionamento escondido.

A infidelidade especulada pela mídia acabou sendo confirmada por Lady Di em 1995 durante sua polêmica entrevista para o BBC One’s Panorama, onde a mãe de William e Harry afirmou que “havia três de nós neste casamento, por isso estava um pouco cheio”. Nesse mesmo ano, Camilla se divorciou de Andrew. Charles e Diana se separariam oficialmente apenas em 1996.

O título de Princesa de Gales

Após o divórcio, Lady Di perdeu o título de Sua Alteza Real, mas permaneceu com o de Princesa de Gales. Mesmo com a sua trágica morte em 1997, ela continua sendo reconhecida pela honraria em todo o mundo. Afinal, diante de um histórico marcante, é impossível negar que Diana foi cravada na história como a 'Princesa do Povo'. 

Na época do acidente, Charles e Camilla já teriam reatado o seu relacionamento, porém, tudo só foi confirmado após serem vistos juntos pela primeira vez em 1999. No ano de 2003, o casal anunciou que se mudaria para a mesma casa e, dois anos depois, realizaram a tão aguardada cerimônia de casamento.

Diana e Camilla caminham juntas antes de evento em hipódromo, em 1980 / Crédito: Getty Images

 

De acordo com a lei britânica, toda mulher que se casar com o Príncipe de Gales ganhará automaticamente o título de Princesa de Gales. No papel, foi o que aconteceu com Camilla, mas na prática a situação é um pouco diferente.

Segundo um comunicado emitido pelo Palácio de Buckingham em 2005, e repercutido pelo portal de notícias UOL, a mais nova princesa deveria ser reconhecida apenas como Duquesa da Cornuália, com a decisão sendo feita após inúmeras conversas entre Elizabeth II e o príncipe Charles.

A matéria repercute que o motivo por trás seria a própria princesa Diana, que ficou imortalizada com o título, assim não cairia bem na opinião pública. Assim, quando Elizabeth II falecer, o filho será cravado na história da Inglaterra como rei e Camilla será 'princesa consorte'.

"Enquanto esposa do Príncipe de Gales, não terá um papel constitucional", explicou naquele ano o porta-voz. "Mas enquanto duquesa da Cornuália, será convidada às cerimônias nacionais e de Estado pela rainha".

Devido a enorme polêmica envolvendo o relacionamento entre os três, essa teria sido uma forma encontrada pelo palácio de evitar reações negativas do público em relação ao matrimônio entre o príncipe e a duquesa. Desde então, ela é reconhecida apenas como Sua Alteza Real, a Duquesa de Cornualha.


+Saiba mais sobre o tema através das obras abaixo, disponíveis na Amazon:

Diana. O Último Amor de Uma Princesa, de Kate Snell (2013) - https://amzn.to/2TgHgPO

The Queen: The Life and Times of Elizabeth II (Edição Inglês), de Catherine Ryan (2018) - https://amzn.to/2RhgNA7

God save the queen - O imaginário da realeza britânica na mídia, de Almeida Vieira e Silva Renato (2015) - https://amzn.to/2xTkiGd

Diana. O Último Amor de Uma Princesa, de Kate Snell (2013) - https://amzn.to/2TgHgPO

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W