Curiosidades » Segunda Guerra

A pouco falada relação entre o nazismo e as drogas

Obra High Hitler, de Norman Ohle revela os coquetéis diários de drogas que Hitler recebia

Redação Publicado em 26/11/2019, às 15h30

Retrato de Adolf Hitler
Retrato de Adolf Hitler - Getty Images

"Pureza de corpo e mente", pregavam os nazistas. Seu sonho era uma utopia médica, um mundo sem doenças genéticas, “arianos” em perfeita forma e livres de vícios.

[Colocar ALT]
Crédito: Crítica

Enquanto isso, no mundo real, o Führer tinha cabelo marrom — e vivia em um frequente estupor de drogas de fazer inveja a Hunter Thompson. Essa é a revelação de High Hitler (Hitler Doidão, em tradução livre), do jornalista e roteirista alemão Norman Ohler.

Ele teve acesso aos registros do médico pessoal do ditador no Arquivo Nacional em Koblenz. Com muito esforço, conseguiu extrair dos garranchos que o Führer recebia um coquetel diário de drogas, incluindo heroína, que foi aumentando conforme desenvolvia tolerância e a situação se deteriorava.

Hitler estava longe de ser o único a se permitir estados alterados da mente. A Alemanha era — ainda é — sede de um dos maiores complexos farmacêuticos do mundo, que então bombeava um fluxo constante de drogas como a metanfetamina para manter os soldados em alerta e motivados.

Sabiamente, Ohler não tenta imputar a responsabilidade pelo horror nazista ao que ia pelas veias de Hitler. Mas é um elemento novo a considerar, em tantas decisões desastrosas, qual é a influência desse fator geralmente ignorado.


Saiba mais sobre esta e outras obras sobre Hitler: 

1. High Hitler, de Norman Ohler (2017) - https://amzn.to/37OY6dQ

2. Hitler, de Ian Kershaw (2010) - https://amzn.to/2OoWFuR

3. Os fornos de Hitler: A história de uma sobrevivente de Auschwitz, de Olga Lengyel (2018) - https://amzn.to/2DfIrGm

4. Hitler e o Desarmamento, de Stephen P. Halbrook (2017) - https://amzn.to/2pRZcEm

5. O último dia de Hitler: Minuto a minuto, de Jonathan Mayo e Emma Craigie (2016) - https://amzn.to/37JZe2r

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.