Curiosidades » Inglaterra

Princesa Margaret e Roddy Llewellyn, o caso extraconjugal que chocou a corte britânica

O casal foi exposto por tabloides ingleses em 1976, o que resultou no primeiro divórcio em 77 anos na família real

Daniela Bazi Publicado em 02/12/2019, às 17h00

Princesa Margaret é a irmã mais nova da rainha Elizabeth II
Princesa Margaret é a irmã mais nova da rainha Elizabeth II - Getty Images

A vida amorosa da princesa Margaret, irmã mais nova da rainha Elizabeth II, sempre esteve em pauta nos tabloides britânicos. Com o seu casamento e o do primeiro Conde de Snowdon, Anthony Armstrong-Jones, indo ladeira a baixo a cada dia, as fotos divulgadas pelo jornal News of the World da princesa com outro homem foi o principal motivo para o fim do relacionamento e, que um escândalo na família real se instaurasse.

O homem em questão era Roddy Llewellyn, um paisagista e aristocrata 17 anos mais novo que Margaret. As fotos foram tiradas em 1976, na ilha particular Mustique, presente de casamento dado, pelo também aristocrata, Colin Tennant em 1960 à princesa. A ilha se tornou uma espécie de retiro da vida pública, onde Margaret levava amigos próximos para curtir e relaxar tranquilamente sem preocupações.

Imagens divulgadas pelo jornal News of the World / Créditos: Anwar Hussein

 

Tennant e sua esposa Anne teriam sido os responsáveis por apresentar o casal de amantes, que em pouco tempo se tornaram inseparáveis. Margaret estava infeliz com seu casamento há muito tempo, e seu novo relacionamento com Roddy passou a ser um de seus únicos pontos de consolo.

Anthony tinha frequentes casos extraconjugais e era abertamente infiel. No final da década de 1970, o casal já estava distante. Com a divulgação das imagens, o Conde de Snowdon as utilizou como desculpa para acabar de vez com o casamento e informou ao secretário pessoal de Margaret, Lorde Napier, que estaria deixando-a.

Princesa Margaret e Anthony Armstrong-Jones anunciaram o noivado em 1960 / Crédito: Getty Images

 

Napier, através do telefone, avisou a princesa sobre a decisão do conde utilizando linguagem codificada para que a informação não vazasse antes da hora. A resposta de Margaret foi “Oh, entendo. Obrigado, Nigel. Acho que essa é a melhor notícia que você já me deu.”.

O divórcio se tornou um escândalo na família real, que nunca viu o tema com bons olhos. A própria princesa já teve que desistir de seu antigo relacionamento com o herói de guerra Peter Townsend, que era divorciado, pela falta de aceitação da realeza. Margaret se tornou o primeiro membro a se divorciar em 77 anos, desafiando todas as regras impostas até então.

Após o anuncio da separação, Llewellyn divulgou um comunicado sobre o assunto. “Não estou preparado para comentar sobre os eventos da semana passada. Lamento muito qualquer constrangimento causado a sua Majestade a Rainha e à família real, por quem desejo expressar o maior respeito, admiração e lealdade.", disse o aristocrata.

Llewellyn e Margaret mantiveram um relacionamento por aproximadamente cinco anos / Créditos: Getty Images

 

Entretanto, a rainha Elizabeth secretamente aprovava o relacionamento de Margaret e Llewellyn. Anne Tennant revelou em um documentário em 2018 que, após a morte da princesa, a rainha teria a agradecido por ter apresentado o casal. “Gostaria de dizer, Anne, foi bastante difícil em alguns momentos, mas agradeço muito por apresentar a princesa Margaret a Roddy, porque ele a fez muito feliz.", disse Elizabeth segundo Tennant.

Com o divórcio, Lorde Snowdon se casou com a mulher que tinha um caso há anos, Lucy Lindsay-Hogg. Após alguns anos, Margaret e Roddy Llewellyn acabaram se separando e ele acabou casando também com outra mulher, mas nunca perderam a amizade.

A princesa morreu no ano de 2002 devido a graves problemas causados por seu hábito de fumar, que sofria desde a década de 1980. Llewellyn compareceu em seu funeral para se despedir.


+Saiba mais sobre a monarquia britânica com as obras abaixo:

Vitória, a rainha: Biografia íntima da mulher que comandou um Império, Julia Baird (2018)

Link - https://amzn.to/2Y80QOZ

Elizabeth I - O Anoitecer de um Reinado, Margaret George (2012)

Link - https://amzn.to/37YWSg4

História concisa da Grã-Bretanha, W. A. Speck (2013)

Link - https://amzn.to/2qcqSnA

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com a Cyber Monday no site da Amazon. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.