Curiosidades » Reino Unido

Grogue: Como um almirante estraga-prazeres virou sinônimo para bebedeira

Marinheiros achavam seu chefe um porre

Redação AH Publicado em 25/06/2019, às 08h00

Marinheiros britânicos muito grogues bebendo grogue
Marinheiros britânicos muito grogues bebendo grogue - Domínio Público

Alguém grogue pode estar bêbado ou ter tomado um belo soco. Um boxeador que apanha fica grogue. E a origem da palavra, de fato, evoca um golpe baixo, desferido pelo almirante Edward Vernon em todos os integrantes da Marinha Real britânica. 

Em 1740, preocupado com o grau de alcoolismo dentro dos navios do Reino Unido, que ele chamava de "o dragão da bebedeira", Vernon tomou uma atitude temerária. Mandou diluir a ração diária de meia pinta (284 ml) de rum em um quinto de água.

As razões do almirante era que marinheiros frequentemente acumulavam rum de um dia para o outro, tomando tudo de uma vez - e causando reboliço. Misturar com água não só deixava mais fraco como fazia o rum estragar depois de um tempo, tornando impossível guardá-lo para o sábado à noite. 

Nenhum almirante antes dele teve coragem de mexer na quantidade da bebida distribuída a bordo. O contra-ataque da marujada veio depressa. O almirante usava um casaco grosso de gorgorão e por isso tinha o apelido de Old Grog (em inglês, gorgorão é grosgrain). O nome da bebida diluída oferecida aos marinheiros virou grogue - em "homenagem" a Vernon. A tradição de servir grogue nos navios da Marinha britânica só acabou em 1970. 

No Brasil, grogue, no sentido de tonto ou bêbado, é palavra que existe desde 1887, de acordo com o Dicionário Houaiss.