Curiosidades » Entretenimento

Quem é quem em Novo Mundo?

Um guia para recapitular quem são os personagens reais no retorno de telenovela que retrata a história do Brasil Império

Penélope Coelho Publicado em 30/03/2020, às 14h23

Personagens da novela Novo Mundo
Personagens da novela Novo Mundo - Divulgação

A telenovela brasileira Novo Mundo foi originalmente exibida pela Rede Globo em 2017. Em 160 capítulos a novela abordou o reinado e os relacionamentos conturbados de Dom Pedro I.

De volta a programação da emissora em uma edição especial, devido à pandemia de coronavírus - que parou as gravações das novelas da Globo, a produção entra no lugar de Éramos Seis, que teve seu fim na última sexta, 27.

Relembre os personagens que fizeram parte da história do Brasil e que estão na produção reexibida no horário das 18h, a partir desta segunda feira, 30.

1. Dom Pedro I

Retrato de Dom Pedro I ao lado do ator Caio Castro / Crédito: Divulgação 

 

O ator Caio Castro interpreta o papel de Dom Pedro I. O primeiro Imperador do Brasil que reinou de 1822 até sua abdicação em 1831. Uma das figuras mais marcantes da história brasileira, envolvido em diversos acontecimentos importantes.

Um dos nomes principais no processo de independência, sua fama, no entanto, sempre esteve relacionada à sua personalidade impulsiva e seus inúmeros casos amorosos. 

2. Imperatriz Leopoldina

Imperatriz Leopoldina ao lado da atriz Letícia Collin / Crédito: Divulgação

 

No papel de Maria Leopoldina está Letícia Collin. A atriz revive a história da arquiduquesa da Áustria. Ela foi a primeira esposa de Dom Pedro I e Imperatriz do Brasil de 1822, até sua morte em 1826, decorrente à um aborto espontâneo.

Uma das responsáveis pela independência do Brasil, era apaixonada pela natureza. Como consequência, trouxe para o Brasil cientistas austríacos que se aprofundaram para estudar a fauna e a flora do país.

3. Domitila, a Marquesa de Santos

Marquesa de Santos e a atriz Agatha Moreira / Crédito: Divulgação 

 

Interpretada por Agatha Moreira, Domitila de Castro do Canto e Mello, a Marquesa de Santos, foi amante de Dom Pedro I. Ela recebeu o título de marquesa em outubro de 1826, quando o Imperador quis inventar uma desculpa formal para manter a mulher sempre por perto, escancarando o caso que mantinham.

Titília, como era chamada, nasceu em São Paulo, mas nunca teve nenhuma relação com a cidade litorânea de Santos, recebendo este título apenas como forma de provocação de Dom Pedro para dois inimigos, os irmãos Andrada, que eram de Santos e odiavam Domitila.

4. Dom João VI

Pintura de Dom João ao lado do ator Leo Jaime / Crédito: Divulgação 

 

O personagem interpretado por Leo Jaime foi Dom João VI, um dos últimos representantes do absolutismo português. Dom João, na verdade, não esperava se tornar rei da coroa portuguesa, mas com a morte de seu irmão mais velho, Dom José, ascendeu à posição de herdeiro do trono.

Ele assumiu oficialmente a Coroa Portuguesa após sua mãe, Dona Maria I de Portugal (apelidada de "A Louca"), ser declarada mentalmente incapaz de reger as obrigações ligadas ao cargo.

Após apresentar dificuldades em lidar com assuntos relacionados às nações mais poderosas da Europa na época, fugiu de Portugal uma vez que as tropas napoleônicas invadiram o país, tendo o Brasil como seu refúgio. No Brasil, criou diversas instituições e serviços que duram até hoje e que ajudaram a pavimentar a autonomia nacional. 

5. Carlota Joaquina

Carlota Joaquina ao lado da atriz Débora Olivieri / Crédito: Divulgação 

 

Débora Olivieri vive a icônica Carlota Joaquina Teresa, esposa de Dom João VI. Pode-se considerar a história de Carlota como, no mínimo, turbulenta. Filha do rei Carlos IV da Espanha e de sua esposa, a princesa Maria Luísa de Parma, Carlota casou-se aos 10 anos de idade com Dom João. Em 1788, Carlota e o marido tornam-se os governantes da Coroa.

Entre os integrantes da corte portuguesa, ela nunca foi unanimidade. Ao contrário, a grande maioria não suportava sua personalidade. Após o casamento de seu filho Dom Pedro I, Carlota foi confinada no Palácio Real de Queluz (localizado em em Lisboa, Portugal), onde viveu completamente solitária e abandonada pelos filhos por 13 anos. Ela morreu, isolada, em janeiro de 1830, aos 54 anos.


+ Saiba mais sobre D.Pedro e o período imperial por meio das obras das obras disponíveis na Amazon :

D.Pedro - A história não contada.: O homem revelado por cartas e documentos inéditos, de Paulo Rezzuti (Ebook) - https://amzn.to/3cIFej1

D. Pedro II, de José Murilo de Carvalho (2007) - https://amzn.to/3cKZ7pN

1808 – Como uma rainha louca, um príncipe medroso e uma corte corrupta enganaram Napoleão e mudaram a História de Portugal e do Brasil, de Laurentino Gomes (Ebook) - https://amzn.to/2Tz6RU4

1889, de Laurentino Gomes (2014) - https://amzn.to/334rzhZ

D. Pedro II – A história não contada: O último imperador do Novo Mundo revelado por cartas e documentos inéditos, de Paulo Rezzutti (2019) - https://amzn.to/2IxPpJj

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/3b6Kk7du