Curiosidades » Arqueologia

Renascentismo entre paredes: o homem que encontrou uma estrutura do século 16 em casa

Juan Francisco fez a descoberta em 2016, enquanto reformava sua propriedade, e, agora, deve receber um prêmio pelo achado

Pamela Malva Publicado em 08/09/2020, às 19h00

Juan e seus pais na frente do pórtico encontrado
Juan e seus pais na frente do pórtico encontrado - Divulgação/Juan Francisco León Catena

Em 1985, a Espanha adicionou à sua constituição a Lei do Patrimônio Histórico Espanhol. Segundo o documento, todo achado arqueológico acidental feito no território do país deve ser recompensado com um prêmio em dinheiro.

Esse foi um dos motivos que deixaram Juan Francisco León Catena e seu pai tão animados em meados de 2016. Naquela época, além de terem encontrado uma incrível construção do século 16, eles ainda receberiam um incentivo por isso.

O problema é que, apesar de fazer tudo o que lhes foi recomendado, os familiares nunca receberam o dinheiro que era seu por direito. Foram um total de quatro anos de lutas judiciais até que Juan e seu pai recebessem o que tanto desejavam.

Um dos pedaços do surpreendente pórtico / Crédito: Divulgação/Juan Francisco León Catena

 

A descoberta

Em 2016, Juan comprou uma casa moderna com alguns andares em Úbeda, na Espanha. Ao lado do pai, ele desejava reformar a estrutura e deixá-la um pouco mais parecida com o seu gosto, então os dois começaram a explorar.

Logo no começo das reformas, enquanto os dois quebravam paredes para descobrir o que poderiam derrubar, uma construção distinta foi revelada. Por trás das paredes modernas, Juan encontrou o pedaço de um pórtico renascentista do século 16.

"Começamos pelo sótão, o primeiro local onde o descobrimos e depois, andar por andar, foi aparecendo em toda sua extensão", explicou Juan ao Sputnik Mundo. “Não era algo pequeno, mas uma estrutura de 11 metros de altura”.

A primeira estrutura encontrada no porão / Crédito: Divulgação/Juan Francisco León Catena

 

Bom cidadão

Frente à incrível descoberta, Juan decidiu avisar as autoridades do país. Diferente dos antigos donos da propriedade, o homem ligou para um empresa especializada em patrimônios históricos. “Cumpri minha obrigação de cidadão”, explicou.

Mais tarde, Juan e seu pai descobriram que o pórtico fazia parte da fachada da antiga igreja do Santíssimo Sacramento, construída no hospital do mesmo nome. Impressionante, detalhada e suntuosa, ela foi fundada em 1347.

Ao mesmo tempo, os proprietários ficaram sabendo de seu prêmio em dinheiro e o reivindicaram. O Ministério da Cultura, no entanto, se recusou a pagar a quantia para os descobridores, o que gerou um sentimento de indignação.

Detalhes da antiga construção / Crédito: Divulgação/Juan Francisco León Catena

 

O que é seu por direito

Juan e seu pai entraram na justiça pelo prêmio que deveriam ter ganhado e quatro anos de tramitação se passaram. Após mais uma derrota em 2018, durante a primeira instância do processo, o Supremo Tribunal da Espanha finalmente reconheceu o direito dos proprietários da casa, que deveriam ser premiados pela descoberta.

Tamanha era a importância do pórtico — que conta com um nicho especial — que, no século 16, a construção teve de ser autorizada pelo Papa da época. Com tal tesouro em mãos, Juan tem alguns planos, mas paralisou suas obras por enquanto.

“Nos disseram que não deveríamos tocar em nada e fizemos isso. Tudo permanece tal como estava no dia de seu descobrimento”. Agora, o proprietário espera por seu prêmio e pelo fim das explorações arqueológicas na estrutura, para que possa transformá-la em algo “que todos possam desfrutar”, como "um restaurante ou prédio de apartamentos".


+Saiba mais sobre o tema por meio de grande obras disponíveis na Amazon:

Grandes Mistérios da História: A teoria da conspiração e os segredos por trás dos acontecimentos, de Sérgio Pereira Couto (2015) - https://amzn.to/2QHjs6p

Arqueologia, de Pedro Paulo Funari (2003) - https://amzn.to/36N44tI

Uma breve história da arqueologia, de Brian Fagan (2019) - https://amzn.to/2GHGaWg

Descobrindo a arqueologia: o que os mortos podem nos contar sobre a vida?, de Alecsandra Fernandes (2014) - https://amzn.to/36QkWjD

Manual de Arqueologia Pré-histórica, de Nuno Ferreira Bicho (2011) - https://amzn.to/2S58oPL

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W