Curiosidades » Ásia

Tailândia: 13 Golpes de Estado em menos de um século

Constata-se que o país asiático sofra com um cultura golpista, fazendo com que o Estado seja absurdamente instável

André Nogueira Publicado em 21/08/2019, às 14h00

None
- Crédito: Reprodução

Na História recente, a Tailândia é definitivamente o país em que mais ocorreram golpes de Estado. De acordo com uma pesquisa inédita divulgada pelo blog New Mandala, a nação do Sudeste Asiático passou por 13 golpes de Estados bem sucedidos no último século, além de mais nove que não deram certo.

A primeira razão se deve ao fato de que a Tailândia, desde a Era das Colônias, tenta equilibrar interesses de grupos antagônicos, o que não assegura estabilidade nacional. Ao mesmo tempo, como um país que já passou por seus primeiros golpes de Estado existe uma maior probabilidade para que esse tipo de anormalidade institucional se repita.

Isso fez com que a Tailândia criasse o que vem sendo chamado de Cultura Golpista, em que ações como golpes militares são naturalizados na vida política do país. Um golpe é tratado como método razoável de resolução de uma crise e está presente até mesmo na sociedade civil.

Junta militar que tomou o país em 2014 / Crédito: Reprodução

 

O sistema monárquico constitucional da Tailândia abre espaço para esse pensamento político. Afinal, cambaleando entre o autoritarismo e a democracia, não existe nem a forte legitimação popular nem o fortalecimento institucional quando se trata do poder.

O último golpe ocorreu em 2014, quando uma Junta Militar, que participa do governo até hoje, assumiu o país. Antes, outros levantes ocorreram. Desde de 1932 até 2006, ocorreram 12 golpes de estado — inclusive um autogolpe.