Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Curiosidades / Donald Trump

Trump pode concorrer às eleições dos Estados Unidos após condenação?

Um júri formado por 12 pessoas considerou Donald Trump culpado no caso de fraude contábil nesta quinta-feira, 30

por Thiago Lincolins

tlincolins_colab@caras.com.br

Publicado em 30/05/2024, às 19h09 - Atualizado às 19h14

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump - Getty Images
Ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump - Getty Images

O ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, foi considerado culpado no caso de fraude contábil. Nesta quinta-feira, 30, um júri formado por 12 pessoas o condenou. A sentença será anunciada no mês de julho.

Trump foi acusado de esconder o pagamento da quantia de US$ 130 mil com gastos de campanha. O valor foi dado a Stormy Daniels, uma ex-atriz pornô que diz ter se relacionado com Donald, que tinha a intenção de esconder o caso extraconjugal.

Condenado, fica a dúvida: Trump, que faz campanha ao redor dos Estados Unidos pelo Partido Republicano, pode continuar na disputa?

Independente do resultado, Trump poderia disputar à presidência dos EUA. Isso porque a Constituição vigente lista alguns requisitos para uma pessoa concorrer ao cargo: precisa ter nascido nos Estados Unidos, ter vivido, pelo menos, 14 anos no país e ter, ao menos, 35 anos. O texto, vale ressaltar, não proíbe um condenado de se tornar presidente da nação, enfatiza o portal de notícias UOL.

Além disso, Trump poderá votar nas eleições? Bom, aqui o cenário pode mudar. O registro eleitoral do ex-presidente foi feito na Flórida, que impede o direito a pessoas que foram condenadas.

"A maioria dos condenados na Flórida recupera o direito de voto depois de cumprir toda a sentença, incluindo liberdade condicional ou liberdade provisória, e pagar todas as multas e taxas", enfatizou Maggie Astor, jornalista de política no New York Times.  Ou seja, Trump não conseguiria votar.

Caso antigo

Inclusive, um presidente condenado que disputa as eleições, não é novidade nas Terras do Tio Sam. Em 1920, o político Eugene Debs, participou da disputa enquanto estava detido. A prisão ocorreu após contrariar as regras que estabelecem o alistamento militar obrigatório durante a Primeira Guerra. Segundo o Washigton Post, o candidato recebeu um milhão de votos.

Se for preso, o cenário é incerto para Trump, contudo, ele conseguiria concorrer as eleições mesmo no xadrez. Caso eleito, resta a dúvida de como ele tomaria posse e lidaria com as questões do cargo.