Curiosidades » Mundo

Uma viagem no tempo: 38 anos atrás, surgiram os primeiros smartwatches

Entre os anos 1983 e 1985, a fabricante japonesa Seiko foi responsável por dar início à tecnologia que conhecemos hoje

Redação Publicado em 11/07/2021, às 09h00

Fotografia de um relógio no modelo Seiko Data-2000
Fotografia de um relógio no modelo Seiko Data-2000 - Rebecacolomer02/ Creative Commons/ Wikimedia Commons

Duas coisas estavam em alta em 1983: computadores pessoais e a economia japonesa. Os primeiros estavam em sua infância, com telas monocromáticas, controladas exclusivamente por interface de texto, e conectando-se uns aos outros através de disquetes. Já o boom do Japão é responsável por alguém se disponibilizar a pagar U$ 300 (U$ 720 hoje em dia) pelo que era pouco mais que uma calculadora com bloco de notas.

Foi nesse contexto que, entre 1983 e 1985, a fabricante de relógios Seiko lançou uma série de “relógios computador” para executivos e aficionados da tecnologia, unindo os dois mundos. Modelos como o Data-2000 funcionavam com um enorme teclado externo, comprado à parte, que servia para fazer contas, agendar compromissos ou digitar textos: só dois deles, com até mil caracteres cada um (confira na foto acima).

Imagem do relógio de modelo RC-1000, de 1984 / Crédito: Dibulgação/ Youtube/ ILIKESCIFI

 

Também era possível instalar aplicativos via ROM — placas pré-gravadas, que incluíam jogos e um dicionário japonês-inglês — mas essas partes só funcionavam com o teclado acoplado. O modelo RC-1000, de 1984, por sua vez, tinha até conectividade com os computadores por meio de um cabo, permitindo operá-lo pelo teclado comum.

Os relógios-computadores eram uma ideia — muito — à frente de seu tempo. O preço e a complexidade de uso os relegaram a curiosidades. Outras empresas tentaram, mas os smartwatches só começaram a (ameaçar) colar bem recentemente.


+Saiba mais sobre o tema por meio das obras disponíveis na Amazon:

O Grande Livro de Ciências do Manual do Mundo, de Workman Publishing (2019) - https://amzn.to/37HLUvK

O livro da ciência, de Vários Autores (2016) - https://amzn.to/3eiQHpW

A História da Ciência Para Quem Tem Pressa, de Nicola Chalton e Meredith Mac Ardle (2017) - https://amzn.to/3ejGOrU

O que é Ciência afinal?, de Alan F. Chalmers (1993) - https://amzn.to/2zNHpTV

A gaia ciência, de Friedrich Nietzsche  (2012 - https://amzn.to/3eoM6Ti

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W