Curiosidades » Reino animal

Veja 5 animais que 'voam' sem asas

saiba mais sobre bichos que, mesmo sem um par de asas, são capazes de voar

Redação Publicado em 07/09/2020, às 10h00

Um Pteromyini, conhecido como 'esquilo voador'
Um Pteromyini, conhecido como 'esquilo voador' - Divulgação/Steve Gettle

Além das aves, outros animais são capazes de voar. Eles não têm asas, mas contam com adaptações em seus corpo que os permitem planar pra caçar ou fugir de predadores.

Conheça alguns desses animais.

1. Do alto das árvores

Uma Chrysopelea /Crédito: Pixabay

 

As cobras do gênero Chrysopelea são chamadas de voadoras. Mas elas não conseguem decolar do chão: precisam partir de um lugar alto, como uma copa de árvore. Nesse momento, deixam o corpo totalmente achatado e começam a planar. Moradoras do sul e sudeste da Ásia, elas atingem distância de 100 metros enquanto estão no ar. E se comportam assim para fugir de predadores, perseguir presas e se deslocar de um lugar para o outro.


2. Camada de pele

Alguns esquilos também voam! Eles são conhecidos como Pteromyini e habitam florestas da Ásia, Europa e América do Norte. Com entre 15 e 25 centímetros de comprimento, têm uma membrana de pele que une as patas dianteiras às traseiras. Assim, podem planar de uma árvore para a outra em busca de comida e fugir de ameaças. A cauda achatada ajuda a guiar o voo, que chega a 80 metros de distância.


3. Quase uma asa

Um colugo /Crédito: Wikimedia Commons

 

O colugo ou lêmure voador é um mamífero que só vive no sudoeste da Ásia. Uma grande membrana de pele, que vai do rosto à cauda, o torna capaz de planar pode mais de 60 metros entre uma e outra árvore. Os ossos finos e leves ajudam nisso! E sabia que, depois do morcego, o colugo é considerado o mamífero mais adaptado para o voo?


4. Parecem dragões!

Habitantes das florestas do sudeste da Ásia, os lagartos do gênero Draco são conhecidos como dragões voadores. Têm o corpo alongado, com 10 a 20 centímetros de comprimento, e costelas cobertas de pele na lateral do corpo, que atuam como asas. Quando vai voar, o bicho estende as patas e desloca as costelas, projetando as membranas. O voo chega a 10 metros de distância e é usado apenas como meio de locomoção.


5. De paraquedas

Algumas espécies de rã, como a Rhacophorus nigropalmatus, têm membranas entre os dedos compridos. Elas usam os membros para ganhar impulso em um lugar alto, como uma árvore. Então, planam no ar – as membranas funcionam como paraquedas. Esses anfíbios vivem em florestas tropicais, principalmente no sudoeste da Ásia, e passam a maior parte do tempo nas árvores Um dos motivos que leva essas rãs a planarem é a captura de insetos no ar.


++Veja a matéria completa no site da Revista Recreio, parceiro da Aventuras na História e Grupo Perfil