Curiosidades » Entretenimento

Veja 5 filmes baseados em histórias reais impressionantes disponíveis na Netflix

De histórias de superação, até momentos de pura angústia, os longas retratam trajetórias verdadeiras, de pessoas que tiveram de vencer diversos obstáculos

Pamela Malva Publicado em 02/08/2020, às 08h00

Cena de O Regresso, filme com Leonardo DiCaprio
Cena de O Regresso, filme com Leonardo DiCaprio - Divulgação/20th Century Fox

Muitas vezes, a Aventuras na História recupera episódios que surpreendem pela narrativa, parecendo até mesmo irreais. Desde um homem que se perde na floresta depois de lutar com um grande urso até uma criança que, após se distanciar, reencontra sua família anos depois através do Google Earth. Todas essas histórias aconteceram na vida real e muitas delas foram reproduzidas em grandes produções de Hollywood. 

Confira abaixo 5 filmes baseados em fatos que estão disponível na plataforma de streaming Netflix.

1. O Regresso, 2015, 16 anos

Contando com a atuação de Leonardo DiCaprio, o longa realizado por Alejandro González Iñárritu conta a insana trajetória de Hugh Glass, um explorador norte-americano. Em meados de 1823, ele ingressou em um grupo de expedição e, durante a caminhada, por atacado por um urso cinzento.

Hugh saiu vivo do combate selvagem e, após reencontrar os companheiros, foi abandonado. Sozinho a floresta, em um frio cortante, o norte-americano agarrou-se a sua vida e conseguiu voltar para casa. Ele viveu mais 10 anos depois do episódio e, segundo alguns boatos, tentou se vingar dos exploradores que o deixaram para morrer.


2. Lion: uma jornada para casa, 2016, 12 anos

O verdadeiro Saroo Brierley, já adulto, e cena do longa 'Lion' / Crédito: Divulgação/Youtube/Diamond Films

 

Dirigido por Garth Davis, o filme conta a história de Saroo Brierley. Quando tinha 5 anos, o menino entrou em um trem aleatório e, com inocência, esperou que seu irmão mais velho fosse buscá-lo. O pequeno caiu no sono enquanto aguardava e apenas acordou em uma estação a 1,5 mil quilômetros de sua cidade natal.

O menino eventualmente foi levado para um orfanato e, assim, foi adotado por australianos. 25 anos mais tarde, já formado e estabelecido em Hobart, na Tasmânia, ele identificou sua antiga vila pelo Google Earth e finalmente conseguiu encontrar sua mãe biológica. Hoje, ele ainda vive na Austrália, mas fala com a família regularmente.


3. O Menino que Descobriu o Vento, 2019, 12 anos

O verdadeiro Kamkwamba e cena de 'O menino que descobriui o vento', respectivamente / Crédito: Divulgação/Netflix

 

Com um livro de mesmo nome, o longa dirigido por Chiwetel Ejiofor se passa no país africano de Malawi. Em uma vila constantemente abalada pela seca, o jovem Kamkwamba, nascido em 1987, decide fazer algo para ajudar sua comunidade. Assim, aos 14 anos e com a ajuda do livro Using Energy, ele constrói um moinho de vento.

Com 5 metros de altura, a estrutura acionou uma bomba que captava água do solo da região. Construída com pedaços de um a bicicleta, uma pá, um ventilador e galhos de árvore, a tecnologia permitiu que o pai do menino desse um fim à intensa seca que atingia todos os moradores de Malawi.


4. Fome de Poder, 2016, 10 anos

O verdadeiro Ray Kroc e cena do longa 'Fome de poder' / Crédito: Wikimedia Commons/Divulgação/Diamond Films

 

Com cores bem conhecidas pelos amantes de fast food, o longa retrata o caminho que Ray Kroc traçou para fundar o gigante McDonald’s. Antes vendendo máquinas de milk-shake, o comerciante uniu seus conhecimentos ao ramo de lanchonetes dos irmãos McDonald. Juntos, eles transformaram as lojas de família em uma franquia.

Eventualmente, Ray tentou expandir o negócio para outros países, mas os irmãos não concordaram, a fim de manter as franquias em terras norte-americanas. Contrariado, o ex-vendedor comprou as ações dos dois McDonald e virou dono da marca, que, em poucos anos, tornou-se a maior rede de fast food do mundo.


5. 12 anos de Escravidão, 2013, 14 anos

Ilustração do livro de Solomon Northup e cena do longa '12 anos de escravidão' / Crédito: Wikimedia Commons/Divulgação/Mars Distribution

 

Filho de um escravo libertado e de uma mulher de cor livre, Solomon Northup teve sua história contada pelo longa dirigido por Steve McQueen. Considerado um abolicionista americano, o homem foi drogado e vendido como escravo quando viajou para Washington a trabalho — ele tocava violino profissionalmente.

Sozinho, Solomon foi levado até Nova Orleans, onde foi comprado por um agricultor e mantido como escravo por 12 anos. Com a ajuda de um canadense, o homem voltou para Nova York e conseguiu sua liberdade em janeiro de 1853. Os homens que o capturaram foram encontrados e acusados, mas o caso foi logo arquivado.


+Saiba mais sobre as histórias reais através das obras abaixo, disponíveis na Amazon:

The Boy Who Harnessed the Wind: Young Readers Edition, de William Kamkwamba e Bryan Mealer (2016) (Inglês) - https://amzn.to/2PaxNXi

Uma longa jornada para casa, de Saroo Brierley (2016) - https://amzn.to/39Wis6t

Hugh Glass, de Bruce Bradley (2015) - https://amzn.to/313O5Ha

Fome de poder: a verdadeira história do fundador do McDonald's, de Ray Kroc (2018) - https://amzn.to/33fkE7u

Doze anos de escravidão, de Solomon Northup (2014) - https://amzn.to/2PfKBfa

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W