Curiosidades » Cultura

Prólogo, ato, epílogo: Veja 5 motivos para ler a ilustre biografia de Fernanda Montenegro

Escrita pela jornalista Marta Góes e publicada em 2019, a obra apresenta fatos históricos, debates culturais e muito mais. Confira!

Victória Gearini | @victoriagearini Publicado em 28/03/2021, às 09h00

Capa da biografia de Fernanda Montenegro
Capa da biografia de Fernanda Montenegro - Divulgação / Companhia das Letras

Lançada em 2019 pela editora Companhia das Letras, a obra “Prólogo, ato, epílogo”, escrita pela jornalista Marta Góes, detalha a vida da renomada atriz brasileira Fernanda Montenegro. 

Nascida Arlette Pinheiro da Silva Torres, no dia 16 de outubro de 1929, no Rio de Janeiro, Fernanda Montenegro é considerada uma das maiores atrizes dos últimos tempos. Primeira latino-americana e única brasileira a ser indicada ao Oscar de Melhor Atriz, a artista consagrou-se na história do cinema e dramaturgia nacional.

Em sua biografia, a atriz relembrou sua infância ao lado de seus avós, reconstituiu sua trajetória artística e revelou os bastidores do universo cultural. Além disso, ela apresentou os principais fatos históricos que lhe marcaram ao longo de sua vida.

“Entre julho de 2016 e novembro de 2017, Marta Góes realizou dezoito entrevistas com Fernanda Montenegro. A partir do material recolhido e transcrito por Marta, Fernanda escreveu Prólogo, ato, epílogo, entre novembro de 2017 e agosto de 2019”, trecho retirado da obra. 

Pensando na importância da Fernanda Montenegro para a cultura brasileira, o site Aventuras na História selecionou 5 motivos para ler sua biografia.

Confira abaixo.

1. Imagens inéditas 

Ao longo da obra, o leitor se depara com imagens inéditas sobre a vida pessoal e a carreira de Fernanda Montenegro. Desde a infância, passando pela juventude até os dias atuais, a atriz apresenta um acervo rico em cultura e história

Fernanda Montenegro, atriz brasileira / Crédito: Fernanda Montenegro

 

Ao todo a obra reúne três cadernos de imagens, que possuem fotos da família da atriz, de encenações, de premiações, bastidores de trabalhos e muito mais.


2. Fatos históricos 

Um dos grandes diferenciais dessa biografia é o rico acervo histórico do século 20. No decorrer da narrativa, a atriz entrelaça suas lembranças pessoais a momentos que marcaram a história nacional e/ou internacional. 

Dentre os fatos citados pela artista estão: a ascensão e a queda de Hitler; quando Mussolini invadiu a Albânia; Revolução Constitucionalista de 1932; Ditadura Militar Brasileira; imigração italiana e muito mais. 


3. Arte e cultura 

Desde jovem a futura atriz já sonhava em trabalhar no meio artístico. Fascinada pela cultura brasileira, em especial o cinema, a consagrada estrela revelou em sua obra como ingressou nesse universo.

Peça teatral A mulher de todos nós, em 1966 / Crédito: Divulgação / Arquivo Nacional

 

Adotando o nome artístico de Fernanda Montenegro, a atriz consagrou-se como uma das maiores artistas nacionais. Além disso, em sua biografia ela revelou os bastidores de produções culturais e artísticas do século 20.


4. Os personagens

Ao longo de sua vida, Fernanda Montenegro teve a honra de conhecer ilustres personalidades que marcaram permanentemente sua vida pessoal e profissional. Dentre os personagens citados, a atriz dá um enfoque especial aos seus avós, os quais ela tinha muito apreço e admiração.

Já em um segundo momento, a atriz revela como era a sua relação com o também ator Fernando Torres, com quem foi casada entre 1953 a 2008. Ao longo das páginas é impossível não se emocionar com a bela história de amor do casal que conquistou a admiração das pessoas dentro e fora dos palcos. 


5. Trabalhos e prêmios  

Nas páginas finais do livro, o leitor pode encontrar referências minuciosas de todos os trabalhos que contaram com a presença de Fernanda Montenegro, como peças teatrais, filmes e novelas. 

Peça Oh! Que belos dias, de 1970 / Crédito: Divulgação / Arquivo Nacional

 

Além disso, há uma lista detalhada de todos os prêmios que a atriz foi contemplada, como a indicação ao Oscar de Melhor Atriz e o Emmy Internacional que venceu na categoria de Melhor Atriz.


+Saiba mais sobre essa e outras obras relacionadas ao tema disponíveis na Amazon: 

Prólogo, ato, epílogo: Memórias, de Marta Góes (2019) - https://amzn.to/3ffiE57

A odisseia do cinema brasileiro, de Laurent Desbois (2016) - https://amzn.to/3qMPptK 

História do cinema mundial, de Franthiesco Ballerini (2020) - https://amzn.to/2Weo06h

Três roteiros, de Kleber Mendonça Filho (2020) - https://amzn.to/3n6vJyZ

O que é o cinema?, de André Bazin (2018) - https://amzn.to/2Kb9Hwi

A História do Cinema para quem tem pressa, de Celso Sabadin (2018) - https://amzn.to/3gwSUjo

O Discurso cinematográfico, de Ismail Xavier (2008) - https://amzn.to/3gvP6iu

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W