Civilizações » Guerras

Brasileiros foram alvos da pirataria berbere no século 18

Registros revelam que brasileiros foram resgatados de cativeiros muçulmanos pelos trinitários

Otávio Urbinatti Publicado em 21/09/2019, às 00h00

None
- Crédito: Reprodução

Em Portugal, há registros de brasileiros resgatados de cativeiros muçulmanos ao longo do século 18 pelos trinitários.

Na primeira expedição de Dom João V, em 1720, foram libertados 365 cristãos, dos quais eram brasileiros: Romão Furtado de Mendonça, 27 anos, do Rio de Janeiro; Miguel de Sequeira, homem negro, de 57 anos, do Pará; Esperança, mulher negra, de 25 anos, do Maranhão; Manuel Tapuia, de 14 anos, do Pará; Maria, mulher negra, de Pernambuco, acompanhada de sua filha, Josefa, de 2 anos, nascida em Argel.

Já no último resgate de seu reinado, em 1739, foi registrada a libertação de 178 cativos, que também constatou a presença de brasileiros. Entre eles, Luísa Maria, negra, da Bahia, com 21 anos de idade, sendo dois de cativeiro; e Antônio Fernandes da Silva, de 27 anos, natural de Pernambuco, vivendo quatro anos como escravo.

Nos anos seguintes, por sua vez, os trinitários continuaram a capturar brasileiros em terras islâmicas. Em 1754, foram resgatados José Lopes Ferreira da Rocha, de Salvador; e Henrique Brás, de Pernambuco, capturado pelos corsários com apenas 6 anos de idade.