Entre o Paleo e o Neolítico

Investigar a sobreposição de períodos é essencial para entender as mudanças

Fabio Marton Publicado em 29/03/2016, às 12h56 - Atualizado em 23/10/2017, às 16h35

Descobertas em Israel apontam para a coexistência dos dois períodos
Descobertas em Israel apontam para a coexistência dos dois períodos - divulg
Uma vila de 12 mil anos foi desenterrada em Nahal Ein-Gev, Israel. Sendo o ponto pelo qual a humanidade saiu da África, seria apenas mais uma entre muitas. O que torna o achado excepcional é que essa vila parece misturar dois períodos completamente distintos – o Paleolítico e o Neolítico. O paleo é a Idade da Pedra antiga, quando as pessoas seguiam o modo de vida caçador-coletor. 
O neo é depois da invenção da agricultura, quando se assentaram num lugar só, originando as cidades, a propriedade, o Estado e, finalmente, a escrita, acabando com a Idade da Pedra e dando início à História propriamente dita. Em Nahal Ein-Gev, as ferramentas de pedra são típicas do Paleolítico. Mas outros objetos, como joias, estão mais relacionados a culturas agrícolas. “Caracterizar esse período importante de sobreposição é crucial para entender os processos socioeconômicos que marcaram a mudança das sociedades móveis de caçadores-coletores do Paleolítico para as comunidades agrícolas do Neolítico”, afirma a arqueóloga Leore Grosman, da Universidade Hebraica de Jerusalém.