O ancestral entre nós e os neandertais

Encontrado o elo perdido?

Fabio Marton Publicado em 07/03/2016, às 16h26 - Atualizado em 23/10/2017, às 16h35

O elo perdido
divulg
Uma equipe da Universidade de Cambridge fez um trabalho de “desevolução” para recriar o crânio do ancestral em comum entre os humanos modernos e o Homem de Neanderthal. Ele é desconhecido no registro fóssil, que é escasso na época da separação. Usando estudos estatísticos, mostrando as mudanças craniais na evolução de ambas as espécies, os cientistas criaram um modelo em 3D do ancestral – e também acharam uma nova data para a separação. Estudos de DNA indicavam que ela ocorreu há 400 mil anos, mas o novo modelo sugere que deve ter sido antes, há 700 mil.