Coronavírus » Pandemia

Após aprovação do Reino Unido, vacina da Pfizer/BioNTech começará a ser aplicada

Estima-se que, ainda em 2020, um lote de 10 milhões de doses seja disponibilizado

Fabio Previdelli Publicado em 02/12/2020, às 11h43

Imagem meramente ilustrativa de seringas hospitalares
Imagem meramente ilustrativa de seringas hospitalares - Pixabay

O Governo do Reino Unido informou hoje, 2, que aprovou a vacina contra Covid-19 desenvolvida pelas farmacêuticas Pfizer e BioNTech. Com isso, estima-se que a vacinação no país já comece na semana que vem.

De acordo com a NHS, o serviço público de saúde britânico, ainda em 2020 será disponibilizado um lote com 10 milhões de doses.  

Entre os grupos prioritários que receberão a vacina inicialmente estão os idosos, principal grupo de risco afetado pelo coronavírus, os profissionais de saúde e as pessoas que vivem em casas de repouso, o que inclui funcionários.   

As campanhas de vacinação serão feitas em hospitais, já que a vacina desenvolvida pelas farmacêuticas precisa ser mantida em um local de armazenamento a - 70º Celsius.  

A notícia foi dada pelo ministro da Saúde do país, Matt Hancock, que classificou o anúncio como “fantástico”.

“No início da próxima semana, começaremos um programa de vacinação de pessoas contra Covid-19 aqui neste país”, disse à rede Sky News. 

Além dele, o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, também se manifestou sobre a decisão em seu Twitter. “É a proteção das vacinas que vai finalmente nos trazer de volta às nossas vidas e fazer a economia andar novamente”.