Coronavírus » Pandemia

Após diagnostico positivo para coronavírus, príncipe Charles tem alta

Aos 71 anos, e após ter sintomas leves, o Príncipe de Gales foi liberado

Penélope Coelho Publicado em 30/03/2020, às 17h24

Charles, Príncipe de Gales em julho de 2012
Charles, Príncipe de Gales em julho de 2012 - Wikimedia Commons

Nesta segunda-feira, 30, a Casa de Clarence (nome do palácio onde vive o Príncipe Charles), afirmou em nota que o monarca está em boas condições de saúde. "Depois de consultar seu médico, o príncipe de Gales está fora do isolamento".

Cinco dias após o diagnóstico positivo de Covid-19, o filho mais velho da Rainha Elizabeth II, apresentou apenas sintomas leves e seguiu realizando seu trabalho de casa. Até então, Charles e sua esposa Camilla, a duquesa de Cornualha, estavam isolados em uma residência na Escócia.

Aos 72 anos, Camila - não foi diagnosticada com o vírus. Charles já está liberado do distanciamento. No entanto, os dois continuarão mantendo o isolamento social seguindo as instruções do governo.

A Rainha Elizabeth II, de 93 anos teve contato pela última vez com o filho em 12 de março. Como precaução e temendo o coronavírus, a monarca se mudou temporariamente do palácio de Buckingham em Londres, para sua casa de descanso em Windsor, um local mais afastado. 

Coronavírus na Inglaterra

Assim como Charles, o país tem mais duas figuras importantes da políticas britânica com diagnóstico positivo para o Covid-19: o primeiro-ministro, Boris Johnson, e o ministro da Saúde, Matt Hancock. Ao todo, o Reino Unido registra 19.788 mil contaminados e 1.228 mortos, segundo dados divulgados pela ANSA, agência de notícias italiana, hoje.