Coronavírus » Pandemia

Após participar de ‘Festa da Covid’, jovem contrai coronavírus e morre nos EUA

“Acho que cometi um erro”, disse paciente infectado à enfermeira que o atendia

Fabio Previdelli Publicado em 13/07/2020, às 09h46

Imagem ilustrativa de uma pessoa usando máscara
Imagem ilustrativa de uma pessoa usando máscara - Pixabay

Nos Estados Unidos, uma nova, polêmica e perigosa competição está colocando em risco a vida de centenas de jovens: a Festa da Covid. O evento se resume em uma disputa para saber quem contrairá o novo coronavírus primeiro. Para isso, estudantes organizam festas e convidam propositalmente aqueles que já foram contaminados pelo vírus para a reunião.

Antes encarado como uma brincadeira, agora o assunto ficou mais sério. Tudo porque, segundo a diretora médica de um hospital no Texas, um jovem de 30 anos morreu de coronavírus após ter se contagiado em um desses eventos.

“A ideia [da festa] é se reunir para ver se o vírus é real e se alguém o contrai”, explicou Jane Appleby, diretora médica do Hospital Metodista de San Antonio, que conta que a saúde do rapaz começou a deteriorar até chegar ao ponto que ele precisou ser hospitalizado. Em decorrência das complicações causadas pelo vírus, ele acabou não resistindo e faleceu enquanto estava em tratamento.

Antes de morrer, no entanto, o sujeito parece ter se arrependido do risco que escolheu correr. “Acho que cometi um erro”, disse à enfermeira que o atendia. “Ele achou que esta doença uma fraude. Ele achou que fosse jovem e invencível e não seria afetado pela doença”, lamentou Appleby.

A diretora ainda alertou que os jovens não costumam se dar conta de quão doente estão. “Eles realmente não parecem doentes. Mas quando você checa seus níveis de oxigênio e testes laboratoriais, eles realmente estão mais doentes do que aparentam”, acrescentou, advertindo as pessoas que não levam a epidemia tão sério assim.

“Nenhum de nós é invencível”, disse ao revelar que vários pacientes entre 20 e 30 anos estão internados no mesmo hospital por complicações médicas relacionadas ao Covid-19.