Coronavírus » Pandemia

Austrália e Nova Zelândia contabilizam o maior número de casos positivos para coronavírus em jovens

Apesar do grupo de risco para o vírus serem os idosos, os registros mostram um número alto de contaminação em pessoas mais novas

Penélope Coelho Publicado em 31/03/2020, às 10h07

Imagem ilustrativa de uma moça usando máscara
Imagem ilustrativa de uma moça usando máscara - Pexels

Autoridades da Austrália e Nova Zelândia informaram hoje, 31, que em seus territórios o número de pessoas jovens infectadas pelo Covid-19, é o mais alto já registrado até então.

Na Austrália, segundo dados divulgados pelo governo do país, jovens com idades entre 20 a 29 anos contabilizam 21% dos casos confirmados. Para pessoas entre 30 e 39 anos a porcentagem ficou em 16%. E o número de infecção por coronavírus em idosos acima de 60 anos é de 31%.

Já na Nova Zelândia, as contaminações em pessoas mais novas registram o maior número no país, são 26% no total. Sendo 14% dos casos entre pessoas de 30 a 39 anos, e 21% em idosos.

Para as autoridades, a explicação desse maior volume de casos em jovens acontece porque a população juvenil da Austrália e Nova Zelândia têm grande potencial para o turismo e viajam muito. Em decorrência disso, a maioria dos casos confirmados está relacionado à viagens para o exterior.

Coronavírus no Brasil

No Brasil, as últimas informações publicadas hoje, 31, registram 4.661 mil casos confirmados de infecções pelo novo coronavírus. As mortes já somam 165 vítimas, sendo 113 delas no Estado de São Paulo e 18 no Rio de Janeiro. A vítima mais jovem do Rio tinha 32 anos.