Coronavírus » Pandemia

Bolsonaro promete reunião para mulher que enxerga enxofre como forma de combate a Covid-19

Apoiadora diz que conversa com Deus desde os seis anos e pede para injetarem vírus em seu corpo para provar o poder de cura do elemento químico: “Eu assumo todas as responsabilidades”

Fabio Previdelli Publicado em 09/06/2020, às 14h11

Bolsonaro no Palácio do Itamaraty
Bolsonaro no Palácio do Itamaraty - Getty Images

O presidente Jair Bolsonaro prometeu que organizará uma reunião entre membros do Ministério da Saúde e uma mulher, que ainda não teve sua identidade revelada, que alega ter a cura para o novo coronavírus.

Segundo a apoiadora, de 38 anos, o consumo de enxofre é a solução para o vírus que já matou mais de 37 mil pessoas e infectou outras 710 mil somente no Brasil. “Eu trouxe a cura do coronavírus e eu coloco a minha vida à disposição. Eu tenho 38 anos, sou mãe de três filhos e não estou aqui para brincar. Deus fala comigo desde os seis anos. Deus quer honrar esse país, Deus quer te exaltar na presença de todos os povos e nações. Não preciso que acreditem em mim, só preciso que ponham à prova. Podem injetar o vírus em mim, eu assumo todas as responsabilidades”.

Durante a abordagem, Bolsonaro ouve a apoiadora com atenção e diz que a colocará em contato com “alguém do Ministério da Saúde” nesta terça-feira. "Eu te arranjo amanhã para você, para alguém conversar com a senhora lá no Ministério da Saúde, tá ok? Tá ok? Pode ser?".

Após ser parabenizado pelo ato, Bolsonaro é indagado pela mulher: Por que os médicos não falam da decomposição do enxofre, o senhor sabe?”. A apoiadora continua: “Sabia que, quando a pessoa usa um dente de alho cru por dia, aumenta a imunidade? Por que? Porque é rico em enxofre... Essa é a cura, é a reposição, o enxofre mata o coronavírus, o enxofre previne contra um monte de doenças e bactérias, um monte de vírus”.

Então Bolsonaro responde: "Deixa o telefone com alguém aqui, liga para essa senhora por favor...". 

Apesar da prestatividade, o ato não foi bem visto por diversas pessoas nas redes sociais, que questionaram o plano do governo no combate da pandemia no país.

 

Vale ressaltar

Não há nenhuma evidência que o consumo de alho ou de qualquer outro tipo de tratamento caseiro combata ou cure a Covid-19. Para isso, a Organização Mundial da Saúde defende a necessidade do isolamento social e o uso de equipamentos de proteção individual, como o uso de máscaras e a higienização com álcool em gel.

Apesar de cientistas do mundo inteiro continuarem pesquisado medicamentos que possam combater o coronavírus, ainda não existe uma vacina ou tratamento eficaz contra a Covid-19.