Coronavírus » Brasil

Brasil apresenta maior média móvel de óbitos por Covid-19 desde o início da pandemia

Além disso, país já está em seu 25º dia com a média de óbitos acima da marca de 1 mil

Fabio Previdelli Publicado em 15/02/2021, às 11h10

Sepultamento de diversos caixões em vala comum, em Manaus
Sepultamento de diversos caixões em vala comum, em Manaus - Divulgação/Chico Batata

Segundo dados levantados pelo consórcio de veículos de imprensa, junto as secretarias estaduais de saúde, que foram consolidados às 20h do domingo, 14, o Brasil registrou 647 mortes por Covid-19 nas 24 horas anteriores a divulgação do índice. No total, o país chegou à marca de 239.294 óbitos.  

Com esses números, o país registrou a média móvel de 1.105 óbitos nos últimos 7 dias, a maior já registrada desde que a pandemia começou. O recorde, até então, era a do dia 25 de julho de 2020, com 1.097 mortes.  

Assim, o Brasil já chega ao seu 25º dia com a média de mortes acima de 1 mil. Em relação à média de 14 dias atrás, a variação foi de +4%, o que indica uma estabilidade nos óbitos pela doença.

Já em relação aos casos confirmados, o país já registrou 9.883.695 infectados, sendo 22.440 apenas no último dia. O que leva a média móvel dos últimos 7 dias para 44.494 novos diagnósticos, uma variação de –13% em relação aos casos registrados nas últimas duas semanas.  

Vale ressaltar que, a média móvel conta a média de mortes nos últimos 7 dias até a publicação do balanço, o que apresenta um cenário mais realista, já que algumas secretarias de saúde não trabalham nos finais de semana.

Além disso, há estados que possuem o baixo número médio de óbitos, o que pode causar uma variação percentual. Assim, em geral, os dados móveis são arredondados para facilitar a apresentação e entendimento dos dados.