Coronavírus » Pandemia

Coronavírus: Ao saber de morte de esposa, homem de 90 anos abre mão do tratamento e morre horas depois

O caso ocorreu no Reino Unido, onde é garantido por lei que um paciente recuse tratamento - mesmo que isso venha a ocasionar sua morte

Caio Tortamano Publicado em 30/04/2020, às 08h00

Bill e Mary em seu casamento
Bill e Mary em seu casamento - Divulgação

O britânico de 90 anos, Bill Dartnall, se recusou a usar máscaras de oxigênio durante seu tratamento contra o coronavírus, depois que soube que sua mulher, Mary, não havia resistido ao tratamento. Ele morreu horas mais tarde.

Casados na década de 50, Dartnall era limpador de chaminés aposentado e sua esposa trabalhava com apicultura. “quando ele ouviu que a minha mãe tinha falecido, ele tentou tirar a máscara imediatamente, deixando claro que não queria mais receber oxigênio”, disse filha do casal ao jornal Southern Daily Echo.

No Reino Unido, é garantido por lei a recusa de tratamento por um paciente mesmo que isto signifique sua morte. Mary foi internada por conta de uma forte pneumonia, e foi constatado que ela tinha coronavírus. Seu marido sofreu um AVC dias depois, quando levado ao hospital descobriu que também tinha sido contaminado.

O Reino Unido conta com 165 mil casos registrados em seu território, além de 26 mil mortes confirmadas em decorrência do Covid-19. Só na Inglaterra — lugar onde o casal morreu — são 50 mil casos com mais de 6 mil mortes, e nenhum caso de alguém curado.