Coronavírus » Pandemia

Coronavírus: Em apenas uma semana, África tem aumento de 30% em seus casos

Depois de ter se alastrado em outros continentes, a Covid-19 começa a dar sinais de piora na África — que até então tinha poucos casos preocupantes

Caio Tortamano Publicado em 27/05/2020, às 14h35

Teste Coronavírus positivo
Teste Coronavírus positivo - Pixabay

Depois de ter  passado de maneira avassaladora na Ásia, Europa e Américas, agora a África é o continente que mais tem sentido o crescimento vertiginoso do novo coronavírus. Em todo o continente, foi observado um crescimento de 30% no número de casos confirmados da doença.

Os dados foram levantados pela Organização Mundial da Saúde (OMS), que contabilizou cerca de 91 mil casos de pessoas infectadas na semana passada, em comparação com 118 mil casos em questão de sete dias. Em relação às mortes, o crescimento também é alarmante: as mortes no continente chegaram a 3.574, tendo crescido em 25% desde a última semana, com 2.885 óbitos.

Os países mais atingidos pela Covid-19 foram a África do Sul (com quase 25 mil casos confirmados), Egito (com 18 mil casos) e a Argélia (8.697 casos). Contabilizando os óbitos, o Egito é o líder no continente, com 783, seguido pela Argélia e a África do Sul. Os três países são responsável por mais da metade das mortes em toda a África.

Enquanto isso, seis países do continente todo ainda não registraram mortes em seu território, são eles Uganda, Ruanda, Eritreia, Namíbia, Seychelles e Lesoto.