Coronavírus » Pandemia

Coronavírus foi criado em laboratório? Estudos explicam

Há ainda muita controvérsia para explicar se a Covid-19 é ou não uma arma biológica. Existem várias hipóteses para sua origem

Pamela Malva e Vanessa Centamori Publicado em 17/04/2020, às 16h00

Imagem do Coronavírus em microscópio
Imagem do Coronavírus em microscópio - Divulgação

Logo que o Coronavírus começou a infectar centenas e mais centenas de pessoas, uma teoria da conspiração surgiu. Para muitos céticos, era óbvio que o Covid-19 só poderia ser uma arma biológica que escapou de laboratórios da China. Mas essa informação ainda gera muita controvérsia. 

Uma pesquisa divulgada em março feita por universidades dos Estados Unidos, Austrália e Reino Unido, apresenta uma hipótese para explicar a origem do vírus. Publicado na revista Nature Medicine, o estudo revelou que o Coronavírus é proveniente de uma evolução natural.

Os resultados foram observados “ao comparar os dados disponíveis de sequenciamento de genoma das cadeias do vírus”, explicou Kristian Andersen, professor envolvido nas pesquisas, em nota. “Podemos determinar com firmeza que o SARS-CoV-2 [o novo coronavírus] foi originado a partir de processos naturais”.

Ainda de acordo com os cientistas, existem duas teorias para a origem do Covid-19, ambas sem engenharia humana. A primeira delas, baseada na forma como o vírus se conecta às células do corpo, indica que o Coronavírus é resultado de seleção natural.

A segunda hipótese, tão bem aceita quando a primeira, é de que o vírus evoluiu de alguma espécie animal — não se sabe qual exatamente. Nessa teoria, o Covid-19 teria se desenvolvido e, então, feito a transição para o organismo humano.

Por fim, a pesquisa determinou que a estrutura molecular do Coronavírus não foi feita em laboratório. De acordo com os cientistas, sua fórmula é muito diferente das vistas em outras doenças do mesmo grupo e pode ser encontrada em vírus que afetam morcegos e pangolins, animais que não são explorados pela engenharia genética.

O outro lado da moeda

Por outro lado, conforme informou o site da Isto É, na comunidade científica há quem acredite que o coronavírus se originou sim em laboratório. É o caso do controverso pesquisador Luc Montagnier, ganhador do prêmio Nobel de Medicina de 2008. Em 2017, 100 acadêmicos denunciaram suas posições anti-vacinas.

Em entrevisa à rádio Frequénce Médicale, Montagnier disse acreditar que o vírus foi desenvolvido em uma instituição científica chinesa, provavelmente no segundo semestre de 2019. "O laboratório de alta segurança da cidade de Wuhan é especializado nesse tipo de vírus, o coronavírus, desde o começo dos anos 2000", afirmou o especialista. 

Ele contou que observou de perto a sequência de RNA do vírus. "Fiz essa análise, assim como o matemático Jean-Claude Perez, especialista em biomatemática”, disse. O pesquisador citou ainda um grupo de cientistas indianos, que publicou uma pesquisa com o gene completo do coronavírus.

O estudo demonstrava que o patógeno tinha sequências de um outro vírus.“Isso foi uma surpresa para mim, pois era exatamente o HIV", explicou Montagnier, que não acredita que o coronavírus possa ser uma mutação natural de algum paciente com Aids.

Segundo o pesquisador, a história de que a doença surgiu no mercado de Wuhan é uma lenda. Montagnier sugere a seguinte hipótese: os chineses estariam desenvolvendo uma vacina contra a Aids, e usaram um coronavírus para isso. O coronavírus causador da Covid-19 teria então sido criado por acidente, se espalhando pelo planeta.