Coronavírus » Pandemia

Coronavírus: Laboratório na China está trabalhando em uma possível vacina contra o vírus

O instituto foi o primeiro no mundo a lançar uma vacina contra a H1N1

Penélope Coelho Publicado em 30/04/2020, às 09h00

Imagem ilustrativa de um teste positivo para coronavírus
Imagem ilustrativa de um teste positivo para coronavírus - Pixabay

O laboratório chinês Sinovac Biotech, ao norte de Pequim, é uma das quatro instituições do país que está autorizada a realizar ensaios clínicos contra o coronavírus. Embora a vacina ainda não tenha sido testada, os pesquisadores afirmam que estão prontos para produzir em torno de 100 milhões de doses por ano, em uma tentativa de combater o vírus.

Em 2009, o local foi o primeiro a lançar uma vacina eficaz contra a gripe suína, os pesquisadores estão trabalhando em um controle de qualidade da vacina experimental com base em patógenos inertes e esse possível antídoto já tem um nome: Coronavac.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a produção de uma vacina pode levar entre 12 e 18 meses. Mas, o diretor de relações internacionais da empresa, Meng Wining, afirma que eles não estão perdendo tempo: “Trabalhamos dia e noite, em três turnos, o que significa que não perdemos um minuto.”.

Coronavírus na China

Atualmente, a China tem 84.369 mil casos confirmados da doença. As vítimas fatais são 4.643 e os recuperados já somam mais de 77.600.