Coronavírus » Pandemia

Coronavírus: xerife proíbe policiais de usarem máscara, na Flórida

A autoridade local do condado de Marion Billy Woods também exige que visitantes da delegacia onde ele trabalha tirem suas máscaras ao entrarem

Vanessa Centamori Publicado em 14/08/2020, às 16h44

Foto de máscara descartável
Foto de máscara descartável - Pexels

Segundo a BBC, nos Estados Unidos, um xerife do condado de Marion Billy Woods, na Flórida, proibiu, na última terça-feira, 11, que seus oficiais usem máscaras na pandemia enquanto estão trabalhando. A autoridade local defende que o não uso da medida garante a identificação dos policiais.

 Além disso, o xerife aponta que sem a máscara os oficiais são entendidos melhor, de modo a "garantir que haja uma comunicação clara". Entretanto, o uso do equipamento é uma recomendação importante e defendida por autoridades sanitárias do mundo todo e pela Organização Mundial de Sáude (OMS). 

"Meu pedido permanecerá como está quando você estiver de plantão / trabalhando como meu empregado e representando meu escritório — máscaras não serão usadas" , dizia um e-mail que Woods enviou a seus oficiais, segundo o jornal local Ocala-Star Banner.

Além disso, o xerife obriga que os visitantes da delegacia onde ele opera, a cerca de 130 quilômetros ao norte de Orlando, também não usem máscaras. Ele pede que os utensílios sejam removidos no saguão de entrada. 

Por outro lado, existem algumas exceções na ordem de Woods. A proibição do uso de máscara não inclui, por exemplo, policiais que trabalham em prisões ou em tribunais municipais, hospitais ou escolas. 

A OMS e especialistas renomados defendem que o Sars-CoV-2 (vírus da Covid-19) se espalha via transmissão aérea. As pequenas partículas virais atuam em forma de aerossol — daí a importância das máscaras. Segundo dados recentes, a Flórida teve 550 mil casos do novo coronavírus, além de 8,7 mil mortes.