Coronavírus » Pandemia

Coronavírus: Zoológico americano pede para que crianças enviem cartas para animais durante pandemia

“Vamos ficar juntos enquanto estamos separados”, dizia o post do zoo de Dickerson Park no Facebook

Fabio Previdelli Publicado em 25/03/2020, às 13h30 - Atualizado às 15h00

Zoológico americano pede para que crianças escrevam cartas para os animais
Zoológico americano pede para que crianças escrevam cartas para os animais - Divulgação

Uma das recomendações mais essenciais para combater a disseminação do coronavírus é a de evitar aglomerações e contatos pessoais. Com isso, diversos estabelecimentos e centros de entretenimento estão fechados e deixam de receber inúmeros visitantes.

Um deles é o zoológico do Missouri, nos Estados Unidos, que está pedindo para que as crianças enviem cartas para os animais que residem lá. "Aqui está uma ideia caseira para crianças de todas as idades. Escreva uma carta para um animal do zoológico", dizia o post no facebook do zoológico de Dickerson Park. “Talvez compartilhe o que está aprendendo em casa ou o que aprendeu sobre um determinado animal ou país. Vamos ficar juntos enquanto estamos separados”.

O local ficará fechado até o dia 1º de abril, seguindo recomendações para retardar a propagação do vírus. Com isso, as cartas recebidas são lidas aos habitantes do zoológico e postadas no Facebook.

Uma delas, de uma criança chamada Xavier, de 5 anos, foi direcionada as girafas do local. "Você tem caudas que podem mexer, cabeças grandes e pescoços muito longos", leu o diretor de marketing do zoológico Joey Powell enquanto alimentava os animais. "Se eu fosse colorir uma foto de uma girafa ela seria vermelha”.

Já a pequena Laney mostrou todo seu amor pelos micos-leões-dourados. "Eu amo a pele dourada de vocês. Vocês parecem uma fofinha bola de cotão laranja", diz a carta. "Gosto de como vocês se parecem com um leão e de como é comum serem gêmeos. Eu tenho uma irmã gêmea", explica a garota. "Vocês sempre iluminam meu dia. De sua amiga, Laney”.

Até a última terça-feira, 24, o Missouri confirmou 255 casos de coronavírus e cinco mortes relacionadas à pandemia, segundo o Departamento de Saúde dos Serviços Sênior do estado. A OMS alertou que os EUA podem se tornar o novo epicentro do COVID-19.