Coronavírus » Brasil

Covid-19: Em São Paulo, mulher morre sem notícias do falecimento da filha

Elaine e Amanda Araújo estavam internadas em Bauru e faleceram com apenas dez dias de diferença, ambas vítimas do Coronavírus

Pamela Malva Publicado em 17/05/2021, às 11h00

Imagem meramente ilustrativa de maca em hospital
Imagem meramente ilustrativa de maca em hospital - Divulgação/Pixabay

No primeiro dia de maio, a jovem Amanda Araújo, de 26 anos, faleceu em decorrência do novo Coronavírus, após semanas internada. Dez dias depois, sem saber da morte de sua filha, Elaine Araújo também tornou-se vítima da doença, em Bauru, segundo o UOL.

Tudo começou ainda em abril, quando Amanda decidiu visitar o avô de seu namorado. Juntos, ela e Raul de Luca viajaram para São Paulo, a fim de acompanhar o tratamento do idoso, que estava com câncer e acabou falecendo no dia 7 daquele mesmo mês.

Mais tarde, tanto o casal, quanto Elaine perceberam alguns sintomas do Coronavírus. Com um teste positivo em mãos, os três foram internados para tratar da doença. Raul foi o primeiro a se recuperar e seguiu seus dias cuidando da namorada e da sogra.

Fotografia de Amanda e Elaine / Crédito: Divulgação/ Acervo Pessoal

 

Eventualmente, Amanda, que era formada em Relações Públicas e estava no meio de um mestrado, faleceu. Elaine, por sua vez, estava sedada na ocasião e, por isso, não ficou sabendo da morte da filha. Ela morreu poucos dias mais tarde sem ter ideia da perda.

Em novembro, a mulher de 51 anos, que era aposentada, teve de ser internada em um quadro grave de anemia. Após diversas sessões de transfusão de sangue, Elaine se recuperou e, em suas redes sociais, Amanda comemorou a melhora da mãe.

Agora, amigos e familiares das duas mulheres fazem diversas homenagens para mãe e filha, que eram sempre muito unidas. Nas redes sociais, o cuidado que Amanda tinha com Eliane, uma boleira de mão cheia, fica claro em cada palavra dos entes queridos.