Coronavírus » Pandemia

Devido ao aumento de casos de coronavírus no Brasil, Trump considera proibir que brasileiros viajem para os EUA

'Não quero que as pessoas venham para cá e infectem nosso povo', afirmou o presidente dos Estados Unidos

Penélope Coelho Publicado em 20/05/2020, às 10h00

Donald Trump, presidente dos Estados Unidos
Donald Trump, presidente dos Estados Unidos - Getty Images

Na última terça-feira, 19, Donald Trump voltou a dizer que considera proibir a entrada de passageiros vindos do Brasil, por conta da pandemia do novo coronavírus e do aumento significativo de mortes e casos de contágio no maior país da América Latina.

Em entrevista para jornalistas na Casa Branca, o presidente dos EUA disse: "Estamos considerando isso. Não quero pessoas vindo para cá e infectando nosso povo. Também não quero que as pessoas fiquem doloridas por lá. Estamos ajudando o Brasil com respiradores [...] O Brasil está tendo problemas, não há dúvida sobre isso.”, disse Trump.

A informação sobre a ajuda vinda dos Estados Unidos para o Brasil era desconhecida até então, além disso, Trump não deu mais detalhes sobre o envio dos respiradores. Essa não é a primeira vez que o presidente norte-americano cita vetar a entrada de brasileiros em seu país.

Em março, Trump já havia afirmado durante coletiva de imprensa que estava considerando suspender os voos da América Latina e citou o Brasil. Na ocasião, Donald disse que estava acompanhando o posicionamento dos países em relação à pandemia de covid-19.

Coronavírus nos Estados Unidos e Brasil

Os Estados Unidos é país que mais sofre por número de contágios de coronavírus no mundo, segundo os últimos dados divulgados pela Universidade Johns Hopkins, já são 1.558.631 milhão de casos confirmados, o número de mortes passa de 92.200 mil, enquanto os recuperados somam 297.153 mil.

No Brasil, os números também são alarmantes, o país têm 271.885 mil casos confirmados de coronavírus, com 17.983 mil mortos e 106.794 mil recuperados.