Coronavírus » Pandemia

Em Israel, pesquisa foi capaz de produzir anticorpo para o novo coronavírus, afirma Ministro

Os cientistas israelenses estão trabalhando em uma cura que ataca o vírus e pode neutralizá-lo nas pessoas doentes, segundo Naftali Bennet

Paola Churchill Publicado em 05/05/2020, às 12h59

O ministro da Defesa de Israel, Naftali Bennett
O ministro da Defesa de Israel, Naftali Bennett - Wikimedia Commons

Na última segunda-feira, 5,  através de um comunicado oficial feito pelo ministro da Defesa de Israel, Naftali Bennett, afirmou que o Instituto de Pesquisa Biológica do país está elaborando um anticorpo para combater o novo coronavírus. 

A nota ainda afirma que os cientistas já passaram pela fase de desenvolvimento e começaram a elaborar o possível tratamento em massa. O ministro afirmou que foi até o local e que o "anticorpo que ataca o vírus de maneira monoclonal e pode neutralizá-lo nos corpos dos doentes”.

No final de março, a imprensa local já havia divulgado que estavam sendo feitas pesquisas avançadas para o tratamento da COVID-19, mas, não houve detalhes de como a fórmula é feita e nem se os testes em seres humanos já foram aplicados.

O mundo todo se uniu e cerca de 100 pesquisas estão sendo realizadas para encontrar uma cura para a doença. Contudo, não existe uma previsão exata de quando uma vacina definitiva ficará pronta.

Em Israel, foram contabilizados mais de 16 mil casos da doença e 237 óbitos. Mundialmente, o novo coronavírus já infectou mais de 3 milhões de pessoas e as vítimas fatais chegam ao número de 252 mil.