Coronavírus » Pandemia

Governo da Austrália afirma que vacina contra o novo coronavírus será obrigatória no país

As autoridades australianas acreditam que para erradicar o vírus é necessário que pelo menos 95% da população seja vacinada

Penélope Coelho Publicado em 19/08/2020, às 09h26

Imagem ilustrativa de vacina
Imagem ilustrativa de vacina - Pexel

Nesta quarta-feira, 19, o primeiro-ministro da Austrália, Scott Morrison, anunciou que a vacina contra o vírus Sars-CoV-2 será obrigatória no país, com exceção de alguns casos médicos. As informações são da agência de notícias AFP e foram divulgadas pelo portal G1.

O governante também comentou o fato de que a Austrália fechou um acordo para obter as imunizações que estão sendo produzidas pelo grupo AstraZeneca em parceria com a Universidade de Oxford, no Reino Unido.

Morrison afirmou que o país pretende produzir e distribuir gratuitamente a vacina para sua população: "Estamos falando de uma pandemia que destruiu a economia mundial e provocou centenas de milhares de mortes em todo o mundo", disse o primeiro-ministro australiano.

De acordo com um cálculo realizado pelo governo, o país estima que para erradicar o novo vírus na região é necessário que 95% da população seja vacinada. "Sempre há exceções à vacina, por razões médicas, mas deve ser a única", declarou o político.

De acordo com as últimas informações divulgadas pelos órgãos de saúde, atualmente a Austrália registra 23.993 mil casos de infecção de covid-19, com 15.241 mil recuperados e cerca de 450 vítimas fatais.