Coronavírus » Pandemia

Idoso de 86 anos, que tem 13 doenças crônicas, se recupera do coronavírus

O homem pertencia ao grupos de risco, mas mesmo assim, ele se tornou uma das 300 mil pessoas curadas do novo coronavírus

Paola Churchill Publicado em 09/04/2020, às 13h33

Teste Coronavírus
Teste Coronavírus - Divulgação

Conforme anunciado pela BBC, um chinês de 86 anos com mais de 13 doenças crônicas, que foi um dos primeiros pacientes a contrair o novo coronavírus, mas após um mês de tratamento, conseguiu se curar da doença. 

O relato intrigante foi divulgado por médicos chineses das cidades de Guangzhou e Wuhan, lugares dos primeiros relatos da pandemia que começou em dezembro de 2019. 

Os profissionais da saúde revelaram que o homem, que pediu para não ter sua identidade relevada, chegou ao pronto-socorro em 22 de janeiro, apresentando sintomas de tosse e febre alta. Segundo o principal estudo sobre a doença, o grupo com a maior taxa de mortalidade é o de pessoas com mais de 80 anos: 15 a cada 100 infectados dessa faixa etária morrem.

O idoso, para agravar ainda mais o caso, tem 13 doenças que enfraquecem o sistema imunológico, entre elas: hipertensão, diabetes, aterosclerose cerebral, pancreatite e insuficiência renal.

Nesse casos específicos, os médicos afirmam que o tratamento foi a associação de um remédio para combater a infecção, outro contra o próprio vírus e um a base de corticoide para se ter uma resposta imunológica do corpo contra a infecção. Apesar de todas as estatísticas contra ele, o senhor hoje em dia está recuperado e bem.

O Covid-19 mundialmente, já infectou mais de 1,5 milhão de pessoas, segundo balanço divulgado pela Universidade John Hopkins, nos Estados Unidos. E, o número de vítimas fatais chegou a 88.982 por todo mundo.