Coronavírus » Pandemia

Jovem é acusado de agressão após tossir propositalmente em senhora de 66 anos

De acordo com as autoridades, o número de prisões vem aumentando na Inglaterra devido a tosse proposital

Nicoli Raveli Publicado em 31/03/2020, às 16h27

Policiais na cidade de Londres
Policiais na cidade de Londres - Pixabay

Recentemente, um adolescente de 14 anos, sem nome divulgado, foi acusado por tossir propositalmente em uma senhora de 66 anos, enquanto falava sobre o coronavírus. De acordo com a polícia de Manchester, na Inglaterra, os policiais receberam um chamado da cidade de Ashton-under-Lyme.

De acordo com o The Independent, o caso, que ocorreu no dia 17 de março, chamou a atenção novamente na semana passada, quando o garoto foi acusado de agressão pelo Serviço de Promotoria da Coroa. De acordo com a instituição, não é a primeira vez que esse tipo de prisão ocorre.

Desde o início do surto, muitas pessoas foram presas por tossir deliberadamente. Foi o caso de um homem assassinado em Londres após tossir em policiais. De acordo com a autoridade, eles estavam a caminho de Harringey quando o indivíduo de 24 anos começou a gritar que estava infectado e tossiu propositalmente. De acordo com uma fonte anônima, ele também agrediu as autoridades.

Cerca de uma hora depois, a polícia de Brighton prendeu um homem de 65 anos que apresentou comportamento ameaçador e insultante depois de cuspir nas autoridades. No mesmo dia, outro homem foi acusado de tossir em um paramédico e debochar da situação.

Até o momento, o presidente-executivo do  Sistema Nacional de Saúde da Inglaterra, Sir Simon Stevens, informou que cerca de nove mil pessoas estão infectadas e mais de 1.284 morreram no país.