Coronavírus » Pandemia

Na Argentina, morador ameaça profissionais da saúde através de bilhete

Em meio à epidemia coronavírus, um farmacêutico denunciou a absurda mensagem em suas redes sociais

Caio Tortamano Publicado em 03/04/2020, às 06h00

Cartaz ameaçando profissionais da saúde em prédio residencial da Argentina
Cartaz ameaçando profissionais da saúde em prédio residencial da Argentina - Divulgação

Em Buenos Aires, um morador de um prédio denunciou chamou a atenção de internautas ao postar em suas redes sociais uma ameaça feita por um de seus vizinhos através de um bilhete pendurado em um elevador.

A mensagem ameaçava médicos e profissionais da saúde que, no momento, trabalham para conter o avanco do coronavírus no país, bem como no tratamento de pessoas já infectadas. O fato foi denunciado por Fernando Gaitán, de 31 anos, que trabalha em uma farmácia.

A ameaça dizia: "Se você é médico, enfermeito, farmacêutico, ou se dedica à saúde, vá embora do edifício! Você não pode nos contaminar, FDP!!" — a assinatura é breve e impessoal, "Seus Vizinhos".

A publicação repercutiu pelo país, e Fernando recebeu diversas mensagens de apoio. No entanto, ele optou por denunciar a ameaça para as autoridades afirmando que não poderia deixar aquela grave ação impune. Ele também revelou que a sua primeira reação diante do episódio foi chorar. 

Cartaz em questão com desabafo de Fernando / Crédito: Divulgação

 

A Argentina não é um dos países mais afetados no mundo, com pouco mais de mil casos confirmados em território nacional. No entanto, a curva de crescimento de infectados tem aumentado consideravelmente ao decorrer dos dias, com 1.133 casos e 32 óbitos já confirmados.