Coronavírus » Pandemia

Papa Francisco pede para que os políticos pensem primeiramente na população e não nos partidos

Apelo do líder católico no momento da pandemia de coronavírus, abrange governantes do mundo todo

Penélope Coelho Publicado em 20/04/2020, às 12h00

Imagem do papa Francisco discursando
Imagem do papa Francisco discursando - Getty Images

Nesta segunda-feira, 20, durante a missa diária realizada na Casa Santa Marta, o Papa Francisco frisou a ideia de que a política é uma maneira de fazer caridade, por isso, pediu para que os fiéis rezassem pelos homens e mulheres que têm essa vocação.

Na celebração, o Santo Padre orou para que os líderes mundiais que estão lidando com as consequências da pandemia de Covid-19 foquem seus esforços no bem das pessoas e de seus países. "Rezemos hoje pelos homens e mulheres que tem a vocação política [...] para que nesse momento de pandemia busquem juntos o bem do país e não o bem de seu próprio partido", disse o papa.

Desde o início da pandemia, o católico coloca em suas orações pedidos relacionados ao coronavírus. O papa Francisco já havia feito apelos, anteriormente, para que os governantes pensassem nas pessoas após a pandemia e não se esquecessem daqueles que foram mais afetados pelos efeitos causados nesse momento de crise.

O líder da Igreja católica rezou pelas famílias que estão passando fome, por profissionais que estão na linha de frente na luta contra o vírus, e pelas mulheres que estão sofrendo violência doméstica no período de isolamento social. 

Coronavírus no mundo

Pelo mundo, o número de confirmados com a Covid-19 chegou a mais de 2.4 milhões de infectados, e 165.935 vítimas fatais. O número de curados chegou a 632.983 pessoas.