Coronavírus » Pandemia

Post de Bolsonaro que apontava "cura" para o coronavírus é deletado pelo Facebook

A publicação era um vídeo no qual Bolsonaro alegava a suposta eficácia do medicamento hidroxicloroquina, que ainda está em fase de testes

Vanessa Centamori Publicado em 01/04/2020, às 11h27

Bolsonaro durante pronunciamento
Bolsonaro durante pronunciamento - Divulgação/ Youtube

Sob a justificativa de que a postagem tinha uma alegação falsa de cura para o coronavírus, o Facebook apagou um post do Presidente Jair Bolsonaro, na última segunda-feira, 30 de março. A ação veio após o Instagram e o Twitter deletarem  publicações do mesmo tipo. 

A postagem do Facebook, apresentava um vídeo que dizia que o medicamento hidroxicloroquina estaria "dando certo em todo lugar". No entanto, o remédio ainda está em fases de testes e não há comprovação científica concreta de que ele seja eficaz contra a covid-19. 

No vídeo removido, Bolsonaro dialoga com trabalhadores informais na cidade de Taguatinga, no Distrito Federal. Durante a conversa, ele diz:  Aquele remédio lá, a hidroxicloroquina, está dando certo em tudo quanto é lugar, certo? um estudo francês chegou pra mim agora". 

De acordo com o Jornal Folha de S.Paulo, a postagem de Bolsonaro no Facebook, foi considerada pela rede social como "a mais taxativa a respeito de uma suposta eficácia" da hidroxicloroquina. O remédio foi citado também pelo presidente em transmissões ao vivo que, no entanto, não foram apagadas pela rede social. 

Imagem ilustrativa de medicamento com hidroxicloroquina / Crédito: Pixabay 

 

Segundo o Jornal, que conversou com fontes de representantes do Facebook e Instagram, a frase de Bolsonaro foi considerada de risco para os usuários das plataformas. 

O Facebook considerou ainda que não estariam em risco apenas as pessoas que utilizarem a cloroquina em busca de cura ou imunidade contra o coronavírus, mas também pacientes que realmente precisam do medicamento, como aqueles com lúpus.