Coronavírus » Rússia

Prefeito de Moscou diz que casos de Coronavírus são mais numerosos que dados oficiais

Segundo Sergei Sobyanin, existem muito mais infectados pelo vírus na capital do que os números oficiais sugerem

Pamela Malva Publicado em 25/03/2020, às 13h20

Sergei Sobyanin, o prefeito de Moscou
Sergei Sobyanin, o prefeito de Moscou - Wikimedia Commons

Frente à crise do Coronavírus, diversas teorias da conspiração surgiram e os números oficiais registrados por cada país começaram a ser questionados. Para muitos céticos, os casos documentados por algumas nações podem não representar a realidade.

Segundo relatório publicado pela Reuters, esse é o caso de Moscou, na Rússia. De acordo com o texto, Sergei Sobyanin, o prefeito da cidade, afirmou que o número de casos de Covid-19 na capital excede os números oficiais.

Ainda de acordo com a Reuters, Sergei fez o comentário durante uma visita de Putin a um hospital de Moscou. "Uma situação séria está se desenrolando", disse ao presidente. “Há significativamente mais pessoas doentes.” 

De acordo com Sergei, a cidade de Moscou não tem testes suficientes para atender toda a população e os números continuam subindo. Para conter a crise, a Rússia fechou suas fronteiras e anunciou o fechamento de casas noturnas e cinemas.

Atualmente, o país conta com 628 casos oficiais de Coronavírus e uma morte. No mundo, já são 19 mil vítimas do vírus, enquanto 441 mil pessoas infectadas (sendo que 112 mil delas já se recuperaram). O Brasil, por sua vez, registrou mais de 2 mil infectados e 47 mortos no total.