Coronavírus » Brasil

Quase 60% de contaminações no Brasil são de ômicron

Segundo plataforma ligada à Universidade de Oxford, nova cepa atingiu alta taxa de transmissibilidade nas últimas semanas do ano

Fabio Previdelli Publicado em 06/01/2022, às 09h47

Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa - Pixabay

Descoberta na África do Sul em meados de novembro, a variante ômicron chegou de vez no Brasil. Segundo informações do portal ‘Our World in Data’, ligado à Universidade de Oxford, a nova cepa já é responsável por 58,33% de infecções em nosso país. 

O que mais surpreende é o fato de que até o dia 13 de dezembro, a ômicron era responsável por apenas 2,85% dos casos por aqui, o que mostra que as duas semanas seguintes foram de extrema transmissibilidade da variante.

Além do Brasil, a ômicron também domina os casos de contaminações em outras nações, como os Estados Unidos (80%); África do Sul (93,85%); Argentina (85,11%); Reino Unido (95,91%), entre outros. 

Segundo a plataforma, tida como referência no assunto, a alta taxa de transmissão da cepa é um dos fatores que contribuiu para que o mundo batesse o recorde de maior número de casos em apenas 24 horas, com 2,59 milhões de novas infecções — registrados na última terça-feira, 4.