Coronavírus » Rio de Janeiro

Rio de Janeiro fica sem vacinas mais uma vez e propõe mudança

Com uma enorme procura pelo remédio na capital fluminense, a imunização de idosos com 75 anos ou menos teve de ser adiada

Pamela Malva Publicado em 12/03/2021, às 15h30 - Atualizado às 15h48

Imagem meramente ilustrativa de frascos de vacina
Imagem meramente ilustrativa de frascos de vacina - Divulgação/Pixabay

Desde o começo do plano de imunização contra o Coronavírus, a cidade do Rio de Janeiro esperava vacinar os idosos com 75 anos ou menos nesta sexta-feira, 12. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, contudo, o plano teve de ser adiado por falta de doses.

Na última quinta-feira, 11, então, o prefeito Eduardo Paes (DEM) anunciou que a vacinação só iria continuar para idosos com 76 anos ou mais, uma vez que esse público já precisa receber a segunda dose da vacina, segundo o UOL.

Ainda de acordo com a Secretaria de Saúde, a escassez do imunizante aconteceu porque houve uma procura inesperada. Nas 48 horas antes do anúncio, por exemplo, a expectativa era vacinar 25 mil pessoas, mas 38,6 mil acabaram recebendo a medicação.

Pensando nisso, a prefeitura do Rio de Janeiro propôs, segundo a CNN, um calendário único de vacinação para sua Região Metropolitana. A ideia, de acordo com a entidade, é impedir a movimentação das pessoas em busca do imunizante — já que 42 mil moradores de outros municípios conseguiram receber uma dose na capital.