Coronavírus » Itália

Roma decide fechar a famosa Fontana di Trevi para evitar aglomerações

O centro turístico da capital italiana ficará sem funcionar temporariamente, a fim de reduzir a disseminação do Coronavírus

Pamela Malva Publicado em 15/02/2021, às 12h30 - Atualizado às 12h34

Fotografia da famosa Fontana di Trevi
Fotografia da famosa Fontana di Trevi - Wikimedia Commons

Nas últimas semanas, diversos centros turísticos da Itália registraram focos de aglomeração, o que preocupou as autoridades. Por isso, inclusive, a prefeitura de Roma decidiu fechar a famosa Fontana di Trevi temporariamente, segundo o UOL.

A decisão foi anunciada no último domingo, 14, e a ideia é impedir a maior disseminação do Coronavírus através do cumprimento das medidas sanitárias. O icônico ponto turístico da capital italiana, no entanto, não foi o único que sofreu com as restrições.

Mais de 40 multas por violação das regras de distanciamento foram aplicadas por autoridades em diversas praças de Roma — além de centenas de infrações registradas em diversas outras regiões do país, de Lombardia até Nápoles. Agora, a polícia romana está formando barreiras pelas ruas da capital a fim de evitar aglomerações.

Até hoje, a Itália já registrou mais de 2,7 milhões de casos de Coronavírus no país. Entre eles, 2,2 milhões de pessoas se recuperaram, enquanto 93 mil foram vítimas da doença. Ainda assim, já são mais de 2,9 milhões de italianos vacinados contra a Covid-19.