Coronavírus » Coreia do Sul

Seul passará a testar cães e gatos que apresentem sintomas da Covid-19

Entretanto, vale ressaltar que não há indícios de que animais possam transmitir o vírus para seres humanos. Entenda!

Fabio Previdelli Publicado em 10/02/2021, às 06h00

Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa - Pixabay

A Coreia do Sul anunciou que Seul, capital do país, passará a fazer testagem de Covid-19 em cães e gatos que apresentarem sintomas da enfermidade causada pelo novo coronavírus. As informações foram publicadas no UOL. 

Assim, os donos de pet que perceberem que seus animaizinhos possam estar com febre ou dificuldade respiratória, podem levá-los até um local para realizarem a testagem.

A recomendação, em um primeiro momento, é válida apenas para famílias que testaram positivo para a Covid-19 e possuem animais de estimação em casa.  

Caso o animal também esteja infectado, é recomendado que ele fique em casa. Porém, vale ressaltar que não existe a necessidade de que os humanos se isolem de seus pets, já que não há indícios de que cães e gatos possam transmitir o novo coronavírus para seres humanos.  

Embora, diferentes partes do mundo tenham registros de animais que foram infectados pela Covid-19, não há qualquer estudo que os ligue na cadeia de transmissão entre humanos.

A medida da prefeitura de Seul foi tomada depois que a Coreia registrou o primeiro caso de um gato infectado pela doença, no final de janeiro.  

Porém, estudos apontam que a transmissão possa ocorrer entre animais da mesma espécie.

Segundo orientações de Park Yoo-mi, oficial de controle de doenças do país, os residentes devem manter seus animais de estimação "pelo menos dois metros de distância das pessoas e de outros animais de estimação ao passear".