Coronavírus » Pandemia

"Vírus chinês": Trump usa terminologia polêmica ao definir o coronavírus

O presidente também se incomodou com as acusações de que militares americanos teriam levado a doença para a Ásia

Penélope Coelho Publicado em 18/03/2020, às 12h32

Trump durante coletiva de imprensa
Trump durante coletiva de imprensa - Divulgação

O conflito entre Estados Unidos e China está cada vez mais acirrado, em meio a pandemia de coronavírus, as autoridades chinesas ficaram incomodadas após o presidente americano se referir a doença como um "vírus chinês". O país está trabalhando em campanhas e propagandas para afastar a culpa da transmissão da doença através do Partido Comunista Chinês.

Trump pareceu não se abalar com os comentários opostos à suas atitudes e continua usando a expressão em suas redes sociais: "Eu sempre tratei o vírus chinês com muita seriedade", twittou o presidente nesta manhã, referindo-se a suas respostas à pandemia.

Donald Trump também se queixou sobre acusações chinesas de que militares americanos levaram a doença para o país da Ásia. Quando questionado sobre o seu posicionamento, ele disse em entrevista coletiva na tarde de ontem, 17, que “o vírus veio da China, creio que esse nome é muito preciso”.

A China continua reservada sobre origem do vírus e afirma que a sua natureza ainda é desconhecida. Porém, o Covid-19 foi detectado pela primeira vez no país, na região de um mercado onde são vendidos animais vivos. Os profissionais da saúde usam termos neutros quando se referem ao coronavírus, evitando qualquer tipo de xenofobia.