Testeira
Colunas / Daniel Bydlowski » Entretenimento

Música e cinema: uma mistura de sons e cores

Sim, existe uma semana dedicada a arte que vira trilha sonora na vida de muita gente e de filmes que tornaram as sensações de assisti-los mais marcantes

Daniel Bydlowski, cineasta Publicado em 18/11/2021, às 11h01

Cartaz do filme 'This Is It', de Michael Jackson
Cartaz do filme 'This Is It', de Michael Jackson - Divulgação

A Semana da Música é celebrada entre os dias 16 e 22 de novembro, este último é o Dia do Músico. O período celebra um dos setores culturais mais fortes do nosso país, e que está inserido em muitas outras atividades, como o cinema, por exemplo.

Eu mesmo, muitas vezes quando lembro de um filme, logo me vem uma música principal à cabeça, ou ao contrário. E para poder celebrar esta arte, que é tão íntima da que eu faço, vamos falar de grandes nomes que foram retratados em obras cinematográficas que nos fizeram sentir ser amigos dessas pessoas.

De ficção à realidade, temos ótimos longas que mostraram a força que uma canção tem, geralmente ficam na cabeça das pessoas como um chiclete, como exemplo Shalom Now, de Nasce uma Estrela, quem nunca, né? E já que estamos falando de emoções, quero fazer conexões de sentimentos nesta lista.

Rehab

Falando em divas, o documentário Amy é assustador. Mostrou não só a vida completamente conturbada e o talento musical inigualável da cantora de blues, mas a forma como as celebridades não tem mais paz.

Crédito: Divulgação

 

O tempo todo ela foi seguida, filmada e vigiada, ao ponto de o registro não precisar de reconstituições. E, do ponto de vista musical, foi uma viagem no tempo, ficamos mais perto da voz que conquistou o mundo, sobressaindo a todos os problemas com álcool e drogas.

Ele não morreu

De fato, não sei sobre as especulações e teorias da conspiração, porém, ele não morreu, pois, sua música se perpetua. Elvis on Tour, além de mostrar os melhores shows de Presley, também retratou sua vida pessoal. A crescente de sua carreira é o ponto máximo deste documentário, e dos seus dotes como o hipnotizador de público.

É possível entender, conhecendo a pessoa – deixando de lado um pouco o artista, porque se desenvolveu uma ‘elvismania’ pelo mundo. Todo seu universo problemático foi deixado de lado, e construíram uma história apenas em cima do maior ícone do rock.

This Is It

Mais um que é envolvido em teorias da conspiração, e mais um que jamais a morte irá alcançar por completo. Mais de 100 horas de gravação para explicar o fenômeno em Michael Jackson's This Is It. São momentos únicos do multi artista em sua intimidade dos camarins, em seus shows, que levam os fãs aos seus devaneios frenéticos dançantes, que o tornam tão incrível, chegando a pagar todas as polêmicas judiciais e de bebes balançantes em janelas. 

Identidade

Por meio das canções, muitas vezes, os artistas expressam sua intimidade, o que é, e o que deseja para o mundo. Esse é o caso do documentário Tina, que mostra a vida, sucessos e fracassos do ícone da música estadunidense. Além de todo o seu talento incontestável, conta os abusos sofridos e toda a garra que precisou ter para alcançar seu legado.

Um Sonho

Agora no campo da ficção, em As Loucuras de Rose, Rose-Lynn Harlan é uma mãe que após sair da prisão, se depara com a realidade de criar seus dois filhos, mas os planos para sua vida é ser uma estrela de Glasgow, na Escócia. Com canções belíssimas e muito bem elaboradas, com certeza, é um daqueles filmes que nos faz encantar com som e cores.

Crédito: Divulgação

 

Hit de Sucesso

A música é tão universal, que não precisa de o mínimo de talento para que ela seja a sua preferida em um filme. ‘Hakuna Matata’ é universal! Cada uma das milhares de vezes que as crianças desde os anos 90 até hoje, assiste ao Rei Leão, sai cantando o hit, que, com certeza, deveria ter entrado nas paradas de sucesso e ganhado o Disco de Ouro, afinal, todos os nossos problemas parecem pequenos quando ouvimos.

Rua das Ilusões

No auge de sua carreira Eminem vive uma espécie de alterego em 8 Mile. Branco e com uma vida muito difícil no campo familiar, resolve apostar o pouco que tem para se tornar um rapper de sucesso. E consegue! Só não consegue fugir de toda a loucura de ter sido criado com tanta instabilidade. O filme foi um sucesso e mostrou todo talento e garra que o artista precisou para se tornar famoso.

Crédito: Divulgação

 

Pensar em uma trilha sonora perfeita à ficção é o que realmente nos faz sair dançando e cantado na sala de casa. Já aqueles que contam histórias reais, trazem uma proximidade com o artista, que o torna mais humano aos nossos singelos olhos. Música é uma arte universal, que aliada ao cinema, torna o mundo bem melhor.


Sobre o cineasta

O cineasta brasileiro Daniel Bydlowski é membro do Directors Guild of America e artista de realidade virtual. Faz parte do júri de festivais internacionais de cinema e pesquisa temas relacionados às novas tecnologias de mídia, como a realidade virtual e o future do cinema. Daniel também tenta conscientizar as pessoas com questões sociais ligadas à saúde, educação e bullying nas escolas. É mestre pela University of Southern California (USC), considerada a melhor faculdade de cinema dos Estados Unidos. Atualmente, cursa doutorado na University of California, em Santa Barbara, nos Estados Unidos. Recentemente, seu filme Bullies foi premiado em NewPort Beach como melhor curta infantil, no Comic-Con recebeu 2 prêmios: melhor filme fantasia e prêmio especial do júri. O Ticket for Success, também do cineasta, foi selecionado no Animamundi e ganhou de melhor curta internacional pelo Moondance International Film Festival.