Desventuras » Personagem

119 anos de vida: 5 momentos históricos presenciados pela mulher mais velha do mundo

Kane Tanaka, que faleceu na última terça-feira, 19, viu o mundo passar por diversas mudanças desde sua infância, no Japão

Ingredi Brunato, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 25/04/2022, às 11h45 - Atualizado em 05/05/2022, às 09h15

Fotografia de Kane Tanaka próxima do fim da vida
Fotografia de Kane Tanaka próxima do fim da vida - Divulgação/ Twitter/ Arquivo Pessoal

Na terça-feira passada, 19, faleceu no Japão a mulher mais velha do mundo,Kane Tanaka, que já somava então 119 anos. O país, vale lembrar, possui a população mais longeva de todo o globo, chegando a contar com 71 mil centenários. 

Tanaka, por sua vez, nasceu em 1903, ou seja, no início do século 20, e viu o mundo ao seu redor passar por mudanças tremendas no decorrer de sua vida de duração recordista.

Confira algumas delas abaixo: 

1. Guerras 

O primeiro item dessa lista, infelizmente, não é o mais alegre. A mulher japonesa acompanhou os desenrolares das duas grandes guerras, assim como uma série de outros conflitos. 

Entre esses, está a Segunda Guerra Sino-Japonesa, que foi entre o Japão e a China, e afetou Kane de maneira pessoal. Isso pois seu marido, Hideo Tanaka, foi chamado para lutar em 1937, conforme repercutido pela revista Smithsonian.

A partida da figura fez com que a japonesa precisasse assumir o posto de chefe da família, administrando o negócio familiar, que consistia na produção de arroz-doce, macarrão udon e zenzai, um doce de feijão tradicional do país. 

Kane Tanaka em fotografia antiga com seus irmãos (ela está ao centro) / Crédito: Divulgação/ Guiness Book


2. Hiroshima e Nagasaki 

Uma trágica dupla de eventos também presenciados por Tanaka foram aqueles em que o governo dos Estados Unidos jogou duas bombas nucleares sobre sua nação.

Os episódios, somados, causaram pelo menos 214 mil mortes apenas durante as explosões causadas pelo ataque, e afetaram a saúde de muitos mais no longo prazo devido aos efeitos nocivos da radioatividade, de acordo com informações relembradas pela BBC. 

As bombas nucleares deixaram um impacto imenso na história do Japão, que precisou passar por um verdadeiro processo de reconstrução após ter estado no lado perdedor da Segunda Guerra.


3. Muro de Berlim 

Após 1945, o mundo entrou em um período de tensões conhecido como Guerra Fria, em que duas potências, os Estados Unidos e a União Soviética, realizaram uma disputa não-militar que tinha por objetivo mostrar qual nação possuía mais inovações tecnológicas e, por extensão, o melhor sistema econômico. 

Nesta época, houve uma grande divisão entre quais regiões do mundo estavam do lado dos soviéticos, e quais apoiavam os norte-americanos. Na Alemanha, em particular, essa separação contava com uma barreira física: o Muro de Berlim, que dividia o país entre a porção controlada por uma potência, e aquela que estava sob o controle da outra. 

O muro foi construído em 1961, e derrubado em 1989, um total de 28 anos depois. Tudo isso, que hoje é ensinado em livros de História, pôde ser acompanhado ao vivo por Kane Tanaka

Kane Tanaka aos 117 anos, quando ganhou o título de mulher mais velha do mundo no Livro dos Recordes  / Crédito: Divulgação/ Guiness Book


4. Chegada do homem à Lua 

Um dos aspectos da Guerra Fria, que foi a chamada Corrida Espacial, também foi responsável por gerar um dos eventos mais memoráveis da trajetória da humanidade, que é o momento em que uma nave espacial tripulada por humanos posou no satélite que orbita nosso planeta, a Lua. 

A famosa caminhada dos membros da Apollo 11 na superfície lunar ocorreu em 1969, e teve uma atmosfera tão surreal que até hoje existem teorias conspiratórias defendendo que o episódio nunca aconteceu.

Para conferir a matéria em que o Aventuras na História esclareceu os principais pontos que confundem os que não acreditam na chegada do homem à Lua, clique aqui.


5. Inovações tecnológicas

No decorrer de sua trajetória de vida, Tanaka viu a sociedade ao seu redor ter avanços incríveis. A penicilina, por exemplo, primeiro antibiótico a ser usado, foi descoberto em 1928, quando a japonesa ainda tinha 25 anos de idade. 

Kane também foi capaz de observar o surgimento de tecnologias revolucionárias, tais como o computador e a própria internet, que mudaram todos os aspectos da maneira como vivemos. 

Aos 119 anos, a mulher centenária se despediu de um mundo que parecia saído de um livro de ficção científica comparado àquele no qual ela nasceu. 


Um dos episódios do podcast 'Desventuras na História' relembra a impressionante história de Harald Hardrada, figura real de 'Vikings: Valhalla'. Com narração do professor de História Vítor Soares, você entenderá como foram os desdobramentos desse episódio!