Desventuras » Segunda Guerra

80 anos depois, a devolução de um relógio roubado por soldado nazista

Confeccionado em 1910, o item permaneceu escondido por décadas

Wallacy Ferrari Publicado em 18/04/2022, às 12h01

Relógio encontrado 80 anos depois
Relógio encontrado 80 anos depois - Divulgação/Twitter

Após 80 anos com o paradeiro desconhecido, um relógio roubado por um soldado nazista durante a Segunda Guerra Mundial foi encontrado e devolvido; o dono era judeu e identificado como Louis Overstrijd, que teve a filha localizada pouco após a descoberta do item, no início deste ano.

De acordo com o jornal The New York Times, o item foi um presente do irmão do homem, Alfred Overstrijd, que confeccionou o relógio em 1910, em Roterdã.

32 anos depois, ambos foram enviados para um campo de concentração em Auschwitz, na Polônia, onde faleceram. Já o soldado que pegou o item durante a detenção foi acolhido na Bélgica, em um programa nazista que obrigava o acolhimento de soldados.

Recolhido

Contudo, o fazendeiroGustave Janssens, inconformado com a condição, obrigava o militar a usar uma plantação de milho vizinha como banheiro, sendo lá onde encontrou a peça, supondo que caiu do bolso do militar enquanto fazia suas necessidades. O relógio foi então recolhido e, por décadas, permaneceu guardado, até um dos netos encontrarem o objeto e notificar um historiador.

Ao ser avaliado, o profissional especializado em história judaica conseguiu identificar características do item que remetiam a sua origem, contando o caso em suas redes sociais.

24 horas depois, ele descobriu que Alfred, autor da peça, teve uma filha que sobreviveu ao Holocausto e que tinha três filhos, contatando um dos vivos e arranjando o encontro para a devolução.


A Segunda Guerra

A Segunda Guerra é tema de um dos episódios do podcast 'Desventuras na História', apresentado pelo professor de História Vítor Soares, idealizador do podcast 'História em Meia Hora'.

Abaixo, o professor relembra curiosos itens criados durante o período histórico.