Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Desventuras / Segunda Guerra

A eclosão da Segunda Guerra paralisou a produção do Fusca

O sucesso do Fusca se deu graças aos planos de Adolf Hitler, mas a guerra parou a produção

Redação Publicado em 17/06/2022, às 15h55

Adolf Hitler, líder nazista - Wikimedia Commons / Bundesarchiv
Adolf Hitler, líder nazista - Wikimedia Commons / Bundesarchiv

Em 1972, o Fusca tornou-se o carro mais vendido do mundo, sendo considerado até hoje um dos veículos mais populares de todos os tempos. Contudo, a sua história é repleta de controvérsias. 

Com a eclosão da Segunda Guerra Mundial, a produção do Fusca acabou sendo paralisada, pois naquele momento a produção de veículos para fins militares se tornaram prioridade. 

Somente em 1945, com o fim da guerra, que as produções voltaram. Contudo, dessa vez sob o comando dos britânicos, visto que no passado o Fusca fazia parte dos planos de Adolf Hitler.

Para entender melhor, no início da década de 1930, a Alemanha enfrentava uma forte crise política e econômica. Além disso, dentre os países da Europa, o território alemão apresentava um dos piores níveis de motorização.

Com a ascensão de Adolf Hitler, um dos principais objetivos do líder nazista era criar um ‘carro do povo’. Desta forma, Führer deu início ao projeto do veículo, que mais tarde seria conhecido em todo o mundo. 

Para saber o restante dessa história, ouça o podcast abaixo 'Desventuras na História', apresentado pelo renomado professor de História Vítor Soares. Confira!

Ouça o episódio: 


+++Acompanhe Vítor Soares no Instagram:


DESVENTURAS / GUERRAS

Entre 1932 e 1933, houve uma crise alimentícia na Ucrânia, que ficou conhecida como Holodomor. Na época, o líder da antiga União Soviética, Stalin aplicou uma política intervencionista no país. Para saber mais sobre este assunto, clique aqui!