Desventuras » Personagem

A bizarra vida sexual de Adolf Hitler, segundo documentário

A produção "Hitler 's Secret Sex Life" deu detalhes sobre o comportamento sexual do líder nazista

Redação Publicado em 08/05/2022, às 09h00

Adolf Hitler
Adolf Hitler - Wikimedia Commons / Bundesarchiv

Produzido pela Sky History, o documentário "Hitler 's Secret Sex Life", que foi ao ar na TV inglesa em meados de 2020, revelou que o líder nazista, Adolf Hitler, tinha um bizarro comportamento sexual.

Sadomasoquista e viciado em pornografia, o homem responsável por milhões de mortes no século 20, tinha fetiche em golden showers e ainda mantinha uma relação incestuosa com sua sobrinha. Essas informações pouco conhecidas foram mostradas ao longo dos quatro episódios que compõem a produção.

Relação com a sobrinha

Geli Raubal, filha da irmã de Hitler, tinha apenas 17 anos quando foi morar na casa de seu tio, em 1925. Embora fosse 19 anos mais velho do que a garota, o político logo se interessou por ela, de modo que passou a ter relações com a sobrinha. Os pesquisadores acreditam que esse relacionamento teria durado vários anos, tendo fim com a morte da jovem.

Adolf Hitler, líder da Alemanha Nazista / Crédito: Wikimedia Commons / Bundesarchiv

Conforme repercutiu o UOL, a produção divulgou antigas falas de um aliado político do Führer, Otto Strasser, quem conheceu Geli. Em suas palavras, a jovem era obrigada a fazer coisas "simplesmente repulsivas” para satisfazer o nazista.

Segundo ele, Hitler tinha o hábito de fazer a sobrinha se despir e urinar sobre seu rosto, prática conhecida como 'golden shower'. De acordo com o tabloide The Sun, a própria Geli, teria descrito o ato como "extremamente nojento".

Jovem foi encontrada morta

Não muito depois de ter revelado esses detalhes a Otto Strasser, a jovem Geli foi encontrada morta no apartamento de Hitler em Munique, com um tiro no peito.

Hitler junto a membros do Partido Nazista em 1931 / Crédito: Wikimedia Commons / Bundesarchiv

O caso ocorreu em 1931 e o legista responsável pelo caso considerou a morte suicídio. 

Perfil psicológico

A fim de tentar traçar um perfil psicológico do político a partir de seus relacionamentos íntimos, a equipe responsável pelo documentário consultou especialistas. Entre os entrevistados está o historiador e psiquiatra forense Robert Kaplan, quem afirma que o prazer pela submissão nas relações sexuais dialoga com o desejo do político de dominar o mundo.

"As práticas sadomasoquistas se encaixam perfeitamente na personalidade de Hitler", disse Kaplan, que é professor universitário. "Ele internalizou tudo de que não gostava, como as perdas em sua vida, e projetou sua raiva em todo mundo. É bastante viável que alguém assim tenha essas práticas sexuais.”


+Saiba mais sobre Hitler por meio de grandes obras disponíveis na Amazon:

Os Fornos de Hitler: A História de Uma Sobrevivente de Auschwitz, de Olga Lengyel (2018) - https://amzn.to/37WtrQt

A Morte de Hitler: Os Arquivos Secretos da KGB, de Jean-Christophe Brisard (2018) - https://amzn.to/3KmXK00 

Hitler e os Alemães, de Eric Voegelin (2008) - https://amzn.to/3MFu13M

1924, O Ano que Criou Hitler, de Peter Ross Range (2018) - https://amzn.to/3F3xJBJ

As Conspirações Para Matar Hitler, de Richard Dargie (2020) - https://amzn.to/37TM0Vx

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data de publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime - https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis - https://amzn.to/2yiDA7W