Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Desventuras / Dom Pedro I

O que protege o coração de Dom Pedro I 188 anos depois de sua morte?

Órgão do ex-imperador do Brasil encontra-se, desde 1837, em monumento na Igreja da Lapa, na cidade do Porto

Fabio Previdelli | @fabioprevidelli_ Publicado em 11/06/2022, às 00h00 - Atualizado em 22/06/2022, às 18h49

Local onde está armazenado o coração de Dom Pedro I e imagem do imperador - Divulgação/YouTube/Irmandade da Lapa e Domínio Público
Local onde está armazenado o coração de Dom Pedro I e imagem do imperador - Divulgação/YouTube/Irmandade da Lapa e Domínio Público

No próximo dia 7 de setembro, o Brasil celebra os 200 anos da Independência — eternizada pela imagem de Dom Pedro I às margens do Rio Ipiranga em 1822. Conforme relatado pela equipe do site Aventuras na História, o governo brasileiro iniciou conversas com representantes portugueses para que uma parte do ex-imperador estivesse em solo tupiniquim durante as comemorações: seu coração.

Nesta quarta-feira, 22, o governo de Portugal confirmou que o país tem autorização para receber o coração do imperador do Brasil, contudo, enfatizou que o translado vai depender do país garantir o transporte seguro, além da conservação do coração de Dom Pedro I

Local de armazenamento do coração de Pedro I/ Crédito: Divulgação/YouTube/Irmandade da Lapa

Mas, afinal, por que o coração de Dom Pedro I foi separado de seu corpo? Como é conservado o órgão do imperador que proclamou nossa independência?

O corpo e o coração

Dom Pedro I faleceu em 24 de setembro de 1834, mas a história sobre o que motivou a separação do seu coração de seus restos mortais se inicia bem antes disso. Após proclamar a Independência do Brasil, Pedro I tornou-se o primeiro imperador do país. 

Durante seu governo, período chamado de primeiro reinado, o imperador enfrentou diversas críticas por conta de seu autoritarismo e de sua gestão centralizadora. A situação ficou ainda pior em 1826, quando seu pai, Dom João VI, veio a falecer. 

Com isso, iniciou-se, em Portugal, uma crise de sucessão ao trono. Aclamado Rei de Portugal, Pedro I nomeou sua filha, D. Maria II, como herdeira do trono, mas teve que lutar contra seu irmão, Dom Miguel, a fim de restaurar o poder para ela. 

Dom Pedro I / Crédito: Wikimedia Commons

Antes disso, porém, segundo aponta matéria da Biblioteca Nacional, o imperador abdicou do trono brasileiro em 7 de abril de 1831 — deixando seu filho, Pedro de Alcântara, o D. Pedro II, em seu lugar. Na época, o novo imperador tinha apenas 5 anos de idade. 

Horas depois da decisão, Pedro I e sua esposa, Dona Amélia, embarcaram para Portugal — onde o ex-imperador do Brasil lutou na Guerra Civil Portuguesa em julho de 1832. Com o fim do conflito, a saúde de Pedro I já estava debilitada e tudo ficou ainda pior depois que ele contraiu tuberculose, morrendo em consequência da doença semanas depois. 

Antes de partir, porém, o ex-imperador do Brasil declarou em seu testamento que queria que seu coração permanecesse na cidade do Porto, devido à gratidão pela resistência na luta das forças liberais contra as tropas absolutistas de D. Miguel. Desde 1837, o órgão encontra-se em um monumento na Igreja da Lapa.

O coração de Dom Pedro I/ Crédito: Divulgação/YouTube/Irmandade da Lapa

Em 1972, durante as comemorações dos 150 da Independência, as demais partes dos restos mortais de D. Pedro I foram trazidas ao Brasil, e estão no bairro do Ipiranga, em São Paulo. Mais precisamente, na cripta do Monumento à Independência.

O armazenamento 

Por conta da idade do órgão, todo cuidado com o coração de Dom Pedro I é essencial. Em 2013, o portal português Público.pt publicou uma matéria dando mais detalhes sobre o processo de conservação do coração. 

“Não podemos vê-lo [com frequência], porque o coração é órgão frágil e este tem muitos anos. Receamos que possa estar em estado precário. As operações são muito complexas, tudo isso agita muito e temos receio de um mau resultado. Tentamos que se abra o menos possível”, explicou Ribeiro da Silva, historiador e mesário da Ordem da Lapa. 

E quando Ribeiro da Silva fala em ter o menor contato possível com o órgão, isso explica-se também pela maneira como ele é guardado: a cinco chaves. 

A primeira delas permite a retirada da placa de metal cravada na porta do monumento; as duas seguintes abrem uma rede por trás desta placa; a quarta chave dá acesso à urna; e a última permite o contato com uma caixa de madeira, onde existe uma espécie de porta-joias de prata, onde o coração de Pedro I está armazenado em um recipiente de vidro. 

É preciso mobilizar seis pessoas para o tirar em segurança. É uma operação que exige preparação”, aponta o historiador. 
Divulgação/YouTube/Irmandade da Lapa

Mas os cuidados não param por aí. Por fim, segundo explica matéria do Jornal Opção, o pote de vidro que armazena o coração do imperador também possui uma solução mista de formol — usado para a conservação —, que é trocado de dez em dez anos, sendo o ano de 2015 a última vez que isso aconteceu.

Herói de Portugal

No podcast 'Desventuras na História', o professor de História Vítor Soares relembra a saga de Pedro em Portugal. 

Confira abaixo o episódio!


+Saiba mais sobre o Dom Pedro I por meio de grandes obras disponíveis na Amazon:

D.Pedro - A história não contada: O homem revelado por cartas e documentos inéditos (eBook Kindle), de Paulo Rezzuti (2015) - https://amzn.to/2wt1Ovx

Dom Pedro I Vampiro (eBook Kindle), de Nazarethe Fonseca (2015) - https://amzn.to/2TqPdBW

Diga ao povo que fico: os antecedentes da independência do Brasil (eBook Kindle), de Marcelo França de Oliveira (2018) - https://amzn.to/2TDLEHC

O Coração do Rei: A vida de dom Pedro I, de Iza Salles (2019) - https://amzn.to/3daFaIq

D. Pedro: Imperador do Brasil e rei de Portugal, de Eugénio dos Santos (2015) - https://amzn.to/35osNpe

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W