Galeria » Galeria

Amelia Earhart, a mártir da aviação

Esta foi uma das últimas imagens da memorável piloto americana que morreu tentando completar uma viagem ao mundo

Redação AH Publicado em 02/01/2019, às 10h00

Amelia Earhart e Frederick Noonan
Amelia Earhart e Frederick Noonan - Reprodução

"Assim que decolei a primeira vez, eu soube que teria de pilotar", disse Amelia Earhart sobre como iniciou suas façanhas aéreas. Foi a mulher que primeiro sobrevoou o oceano Atlântico como passageira e, logo, piloto, em 1932. No dia 2 de julho de 1937, ela desapareceria com o navegador Frederick Noonan a caminho da Ilha Howland, no Pacífico. 

Tirada em 21 de junho, em Bandun (Indonésia), esta foi uma das últimas imagens da sua frustrada tentativa de dar a volta ao mundo. Amelia Earhart - The Turbulent Life of an American Icon, de Kathleen C. Winters, revela detalhes que prenunciavam a tragédia. A dupla estava exausta, após 40 dias de viagem, dormia poucas horas por noite e tinha problemas com o rádio e certas coordenadas de voo.