Marginália: As alucinadas ilustrações dos livros medievais

Para espairecer de seu árduo trabalho, os monges copistas soltavam a imaginação, criando figuras ridículas, insanas e até pornográficas

Thiago Lincolins Publicado em 18/01/2018, às 15h49 - Atualizado às 15h53

O dragão e a donzela até que se entenderam bem desta vez
Wikimedia Commons
[[script]](function(d,s,id){var js,fjs=d.getElementsByTagName(s)[0];if(d.getElementById(id))return;js=d.createElement(s);js.id=id;js.src='//embed.playbuzz.com/sdk.js';fjs.parentNode.insertBefore(js,fjs);}(document,'script','playbuzz-sdk'));[[/script]][[div class="playbuzz" data-id="d87bb2fc-068e-468c-9d3f-39e3aa4e188e" data-show-info="false" data-show-share="false"]][[/div]]